Entrevista: Festa 1º de Maio

Este slideshow necessita de JavaScript.

Festa com 4 dias de duração, para celebrar os 48 anos, Adriana e Welington, diretores de eventos vem falar sobre as novidades da festa e da Escola de Samba.

A Vila Primeiro de Maio, um dos bairros mais tradicionais de São João da Boa Vista, estará em festa na sexta-feira, 1º, feriado do Dia do Trabalho. A programação de aniversário coordenada pelo Departamento de Esportes da Prefeitura terá atrações esportivas, religiosas, culturais e prestação de serviços.

Na Praça Júlio Mesquita, ocorrerá o hasteamento das bandeiras, às 7h45, com a presença do Tiro de Guerra 02/036, sob o comando do 1º sargento José Messias.

Em seguida, às 8h, será celebrada a missa solene no centro comunitário. Às 8h15, irão ocorrer os jogos do troféu “Gustavo Henrique dos Santos”, no centro esportivo.

Às 9h, uma das moradoras mais antigas do bairro, Augusta Umbelina Rosa Rocha, receberá uma homenagem especial.

Meia hora depois, às 9h30, será dada a largada da 9ª Prova Pedestre “Meyre Tavares Marcondes”, com a participação de crianças e adultos.

Das 13h às 17h, a programação irá destacar a tarde recreatitva com brinquedos infláveis, competições de vôlei, gol a gol e basquete de rua. Além da distribuição de algodão doce e pipoca, o público poderá contar com serviços de corte de cabelo gratuito.

A apresentação dos grupos de dança Melhor Idade do CIC e “Bigode Grosso” será às 15h, enquanto que às 16h, o show será com a Escola de Samba Mocidade Unidos da Vila.

A programação também conta com o apoio dos Departamentos de Cultura e Turismo, Assistência Social.

Programação

7h45  – Hasteamento Bandeira Nacional – Praça

8h – Missa solene – Centro comunitário

8h – Jogos de Futsal Troféu “Gustavo Henrique dos Santos” – quadra do centro esportivo da Vila 1º de Maio

9h – Homenagem à moradora da Vila – Augusta Umbelina Rosa Rocha – Praça

IX Prova Pedestre “Meyre Tavares Marcondes”  — inscrições 08h30

9h30 – Corrida: Kids (crianças )

9h30 – Corrida: Adultos

13h às 17h – Tarde Recreativa Esportiva

Brinquedos infláveis, volei, gol a gol, street basquete, algodão-doce e pipoca,

Prestadora de Serviços – corte de cabelo

13h30 – Grupo de judô do CIC e Academia Fei Long – praça

15h – Apresentação de Dança

Grupo de ginástica rítmica do CIC

Grupo de dança da Melhor Idade do CIC

Grupo de dança “Bigode Grosso”

16h – Show Escola de Samba Unidos da Vila

 

Anúncios

Moradores de Porto Ferreira improvisam ponte no meio da mata para chegar até bairro vizinho

ponte.jpg

Cansados de esperar por uma solução da prefeitura, moradores dos bairros Santa Rosa, José Gomes e Santa Luzia, na zona leste de Porto Ferreira (SP) construíram eles mesmos uma ponte sobre o Ribeirão das Cruzes para facilitar o acesso dos bairros a outras regiões da cidade.

A ponte foi improvisada com tábuas de madeira. Além de construir, os moradores também fazem manutenção e até já tiveram que reconstruí-la algumas vezes que as águas das chuvas levaram as tábuas rio abaixo.

Muito longe

A ponte tem movimento o dia todo de pedestres e até pessoas com bicicletas e motos. A escolha dos moradores em se arriscar pela passagem em cima do rio e no meio de uma mata se deve à distância do caminho se for feito pelas ruas.

Pelo atalho, a distância entre os bairros tem cerca 400 metros. Já para atravessar pelas ruas são até cinco quilômetros de um ponto ao outro.

Em Porto Ferreira, distância pelo atalho é 12 vezes mais curta do que pelo caminho tradicional (Foto: Arte EPTV)

Em Porto Ferreira, distância pelo atalho é 12 vezes mais curta do que pelo caminho tradicional (Foto: Arte EPTV)

“Eu trabalho do outro lado. Se eu der a volta eu tenho que sair 40 minutos mais cedo do que passando pela ponte”, afirmou o soldador Rogério dos Santos.

Por conta da distância, eles se arriscam entre as tábuas soltas e, dependendo do horário, até no meio da escuridão do local.

Plano diretor

Desde 2007, o Plano Diretor de Porto Ferreira prevê uma ligação entre as regiões centrais e os bairros da zona leste. Uma verba de R$ 600 mil chegou a ser liberada pelo governo do estado pra construção de uma nova passagem, mas não foi utilizada porque o projeto foi questionado.

Os moradores também não concordam com o local proposto pela prefeitura para a construção da ponte.

A Prefeitura de Porto Ferreira informou que aguarda a Câmara Municipal aprovar os projetos de revisão do plano diretor e também o de mobilidade urbana e acessibilidade para então dar andamento ao projeto da ponte e que pediu a prorrogação do convênio para obter a verba do estado. Na Câmara Municipal ninguém foi encontrado para comentar o assunto.

Prefeito assina contrato para segunda fase do Programa Via Iluminada

45167da7dac23675effa

Doze bairros com cerca de 9 mil residências e 35 mil moradores terão lâmpadas amarelas substituídas por LED; investimento será de R$ 5 milhões

A modernização da iluminação pública em São João da Boa Vista prossegue com a troca de lâmpadas amarelas de vapor de sódio por luminárias de LED.

O prefeito Vanderlei Borges de Carvalho assinou, nesta sexta-feira (20), com o Banco do Brasil, uma operação de crédito de R$ 5 milhões para a execução da segunda fase do Programa Via Iluminada.

Nesta etapa, 12 bairros que concentram cerca de 9 mil residências e aproximadamente 35 mil moradores, serão beneficiados: Santo Antonio, Recanto do Jaguari, Vila Primeiro de Maio, Durval Nicolau (três etapas), Nossa Senhora de Fátima, Novo Horizonte, Jardim Santa Rita, Jardim Santa Isabel, Vila Conrado, São Benedito, DER e Vila Brasil.

Além destes bairros, o programa abrangerá parte da região central e o entorno dos piscinões da Vila Brasil e Recanto do Lago. Também serão eliminados pontos escuros no Jardim das Hortênsias, Jardim das Azaleias, Avenida Durval Nicolau e imediações do Fórum de Justiça.

Segundo cálculos do Departamento de Gestão e Planejamento Urbano, responsável pela supervisão do projeto, o Via Iluminada substituirá perto de 20% de toda a rede de iluminação pública da cidade, com a instalação de mais de 2.500 luminárias de LED.

“Estamos dando um grande passo na renovação da iluminação pública em São João. Ruas bem iluminadas ajudam a aumentar a sensação de segurança e melhoram a qualidade de vida das pessoas”, afirmou Vanderlei.

Outro aspecto destacado pelo prefeito é a economia que as novas lâmpadas proporcionam. “Haverá   melhora significativa na luminosidade e, além disso, as luminárias de LED reduzem em 30% o consumo de energia em relação às lâmpadas amarelas e têm vida útil de 13 anos, sem perda de eficiência”, explicou.

A assinatura do contrato foi realizada no Salão Nobre do Gabinete do Prefeito e contou com a presença do gerente-geral do Banco do Brasil em São João da Boa Vista, Sander da Silveira; do superintendente regional Gustavo Milaré;  do vereador Antonio Aparecido da Silva (Titi), representando o presidente da Câmara Municipal Gerson Araújo; dos diretores de departamentos da Prefeitura, Natália Domenciano (Finanças), Júlio Lino (Gestão e Planejamento Urbano), Lúcio Doval (Saúde) e José Carlos Dória (Chefe de Gabinete).

Entrevista: Sandra Amaral do Senac

IMG_20180423_123832971_LL.jpg

Esteve nos estúdios da Rádio Piratininga, Sandra Amaral do Senac de São João da Boa Vista.

Falou sobre a Semana Senac Leitura:

A Semana Senac de Leitura 2018 tem como proposta estimular a reflexão sobre a importância da produção escrita e da leitura como elementos formadores de indivíduos críticos.
Contará com a Feira de Troca de Livros e gibis, Exposições com a temática de Livros que viraram Filmes, Sessão de Cinema e Oficina.

Senac São João da Boa Vista

Rua São João, 204
(19) 3366-1100
São João da Boa Vista



Confira a programação completa no site:

sjboavista@sp.senac.br

http://www1.sp.senac.br/hotsites/blogs/semanasenacleitura/event-location/senac-sao-joao-da-boa-vista/

 

NOTAS DE FALECIMENTO

NOTAS DE FALECIMENTO

FUNERÁRIA COBRINHA INFORMA:

FALECEU SANTA DEL CARO SASSARON
83 anos, faleceu no dia 20/04/2018.
Viuva do Sr. Delvo Sassaron, residia a R. Nicolau Redher, 146 Jd. São Paulo. Deixa os filhos Osmir e Patricia.
Seu sepultamento será no dia 21/04/2018 às 16:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP

_______________________________________________________________________________
FALECEU VERONICA PINTO MACENA
91 anos, faleceu no dia 21/04/2018.
Viuva do Sr. Geraldo Macena, residia a R. São Benedito, 200 São Benedito. Deixa os filhos Sonia e Carlos.
Seu sepultamento será no dia 21/04/2018 às 16:30h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP

______________________________________________________________________________

FALECEU SIRLEI SALOMÃO DA CUNHA
70 anos, faleceu no dia 22/04/2018.
Viuva do Sr. Milton Alves da Cunha, residia a R. Nossa Senhora dos Anjos, 01 São Benedito. Deixa os filhos Rosana, Fabio, Ronaldo e Milton.
Seu sepultamento será no dia 22/04/2018 às 16:30h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP

____________________________________________________________________________

FALECEU CELIA REGINA TODERO
58 anos, faleceu no dia 22/04/2018.
Solteira,residia à Rua Armando Geraldo Massaro, 900 Jd. Lucas Teixeira. Deixa a filha Kely Cristina.
Seu sepultamento será no dia 23/04/2018 às 17:00h.
Local: Cemitério Municipal de São João da Boa Vista SP

__________________________________________________________________________

FALECEU TEREZINHA ALVES FERREIRA BERTOLUCCI
65 anos, faleceu no dia 22/04/2018.
Casada com Sr. Pedro Luiz Bertolucci, residia à R. Renato Estevam Peixoto, 31 Jd Nova São João. Não deixa filhos.
Seu sepultamento será no dia 23/04/2018 às 15:00h.
Local: Cemitério Municipal de São João da Boa Vista SP

_________________________________________________________________________

FALECEU DIONISIO CANELA
77 anos, faleceu no dia 23/04/2018.
Casado com Sra. Ana Peruci Canela. Residia à R. Carino da Gama Correia, 1129 São Luíz, Vargem Grande do Sul. Deixa as filhas Roselene e Márcia.
Seu sepultamento será no dia 23/04/2018 às 17:30h.
Local: Cemitério Municipal de Vargem Grande do Sul – SP

UNIFAE REVELA CRISE NA SANTA CASA E APONTA MEDIDAS URGENTES

LEILÃO-EM-PROL-DA-SANTA-CASA-UNIFAE

A UNIFAE apresentou nesta quinta, (19), aos parceiros do Convênio de Gestão da Santa Casa, Prefeitura Municipal e Mesa Diretora da Irmandade, o diagnóstico administrativo e financeiro dos três meses que a instituição está à frente do hospital.

O balanço que revelou diversos problemas nos processos de controle administrativo, também apontou um déficit mensal médio superior a R$ 1 milhão de reais. Números que projetam mais de R$ 12 milhões de reais de déficit para 2018.

Dados do Diagnóstico Financeiro
Déficit de janeiro R$ 819.841,19
Déficit de fevereiro R$ 1.129,957,56
*Déficit de março R$ 1.073.019,73
Total de três meses R$ 3.022.818,39
Média do déficit mensal R$ 1.007.606,13
Previsão anual do déficit R$ 12.091.273,56

 

Entre os dados apurados, o diagnóstico aponta que a população de São João é a maior usuária do SUS, Sistema único de Saúde nos procedimentos de média e alta complexidade e que o repasse de verbas da Prefeitura não é suficiente para cobrir as despesas.

No aspecto da regionalização, o balanço mostra ainda que 8.787 pessoas vindas de mais de vinte cidades da região foram atendidas nestes três meses. Com exceção de Aguai, os outros municípios devem hoje mais de R$ 1. 600 mil reais para a Santa Casa.

Nesta etapa do diagnóstico, foram sistematizados apenas os dados referentes ao SUS. Os dados sobre os Planos de Saúde estão sendo finalizados, mas indicam a necessidade de análise e discussão com os gestores dos planos.

Medidas urgentes

Diante do diagnóstico e da necessidade, urgente, de estabelecer um fluxo de caixa e um equilíbrio entre as receitas e despesas, UNIFAE, Prefeitura e Mesa Diretora decidiram, em conjunto:

  • Revisar todos os contratos de serviços terceirizados. Os prestadores devem procurar a Direção do Hospital no prazo de 15 dias
  • Análise e discussão com os Planos de Saúde
  • Venda da parte que cabe ao hospital da Fazenda Lagoa Formosa
  • Cobrança do repasse dos municípios que integram a Regionalização.
  • Estudo de cortes e outras ações administrativas
  • Capacitação e treinamento dos colaboradores
  • Transformação em Hospital Escola

Entre outras ações, UNIFAE e Prefeitura, por meio do Departamento de Saúde, vão discutir alterações no Plano Operativo de 2019, que define os repasses da Administração para a Santa Casa. Os valores deste ano, já estão comprometidos no limite legal, segundo a Prefeitura.

Até o momento, a UNIFAE já repassou para a Santa Casa, mais de R$ 2 milhões como mostra a tabela abaixo.

Demonstrativo de Repasse UNIFAE 2018 – Santa Casa
Item UNIFAE Já repassado
Plano Operativo 1 R$ 1.600.000,00 R$ 1.600.000,00
Plano Operativo 2 R$ 2.400.000,00
Reforma UTI e CC R$ 2.000.000,00
Repasse do IR – 1 R$ 1.100.000,00 R$ 400.000,00
Repasse do IR – 2 R$ 2.800.000,00 R$ 550.000,00
Total R$ 9.900.000,00 R$ 2.550.000,00

 

Prestação de contas completa no site da Unifae.

Comissão de Ética decide arquivar denúncia contra vereador Betti

29543021_2119451948070367_365033588179398279_n

Veja o relatório de arquivamento. A Comissão entendeu que o vereador não cometeu infração em sua viagem à Itália.

COMISSÃO DE ÉTICA E DECORO PARLAMENTAR

RELATÓRIO DE ARQUIVAMENTO

Com fundamento nos arts. 43, V, 47-A, 92 e 108 do Regimento Interno da Câmara Municipal e art. 15 da Resolução n.º 01/2.011, vimos, tendo em vista o recebimento de denúncia na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, encaminhar à Mesa o presente relatório e, ao final, opinar pelo arquivamento para fins de deliberação do Plenário:

Na data de 15 (quinze) de março foi protocolada denúncia na Câmara Municipal pelo vereador Leonildes Chaves Júnior – PHS e a ex-vereadora Elenice Imaculada Vidolin na qual acusam o vereador Fernando Bonareti Betti – PDT da prática de ato de improbidade administrativa, bem como de quebra de decoto parlamentar, conforme disposições da Lei Federal n.º 8.429/1.992 e do Decreto-Lei Federal n.º 201/1.967 que trata da responsabilidade dos prefeitos e vereadores, requerendo, ao final, sua cassação.
Narra a peça inaugural, em síntese, que o vereador Fernando Betti obteve licença compreendida entre os dias 10 (dez) a 20 (vinte) de julho de 2.017 para representar o município no Senado Italiano, recebendo a quantia de R$ 2.115,00 (dois mil, cento e quinze reais) equivalente a duas sessões em razão de sua ausência, conforme Resolução n.º 09/2.017 e demais documentos anexados, além do recebimento pelo Sr. Luis Antônio Moretto, seu suplente, da quantia de R$ 2.115,00 (dois mil, cento e quinze reais) equivalente a duas sessões.

Após o retorno, conforme noticiado, o vereador ora acusado prestou informações da referida viagem e dos resultados obtidos com a representação parlamentar à ex-vereadora Elenice, conforme Of. Gab. 153/2.017 acostado, relatando que participou de reuniões no anexo do Senado Italiano para discutir intercâmbios universitários, mesmo sem apresentar documentos hábeis a provar o alegado, tais como declarações, fotografias etc.

Além disso, alegaram os denunciantes que há fortes indícios de utilização, pelo vereador denunciado, da viagem de representação à Itália para tratar de assuntos particulares, ou seja, captar material para a elaboração do trabalho de conclusão de curso de Jornalismo do UNIFAE, pois há imagens e concessão de entrevista com as informações obtidas na mesma época, no mesmo país visitado e com as mesmas pessoas que o acompanharam, consoante mídia audiovisual anexa.

Deliberada a denúncia na sessão ordinária no dia 19 (dezenove) de março e, consequentemente, remetida à Comissão de Ética, conforme o disposto na Resolução n.º 01/2.011, para fins de análise e tomada das medidas previstas no art. 15, foi designada audiência para o dia 28 (vinte e oito) de março a fim de colher os devidos esclarecimentos por parte do denunciado.
No transcorrer da audiência, na qual foi realizada com a presença dos membros componentes, demais servidores da Casa, o vereador Fernando, juntamente com sua advogada, foi indagado sobre a denúncia apresentada, o que, em sua defesa, esclareceu o seguinte:

a)      O trabalho de conclusão de curso foi feito através de recursos próprios, o que não se confunde com a representação na Itália
b)      Que recebeu ofício do Senador Italiano, Sr. Fausto Longo, para representar o município no exterior
c)      Que não tinha a obrigação de prestar contas, pois não lhe foi exigido pela resolução aprovada
d)      As fotografias tiradas da viagem confirmam sua representação e regularidade
e)      Em decorrência da viagem à Itália, proporcionou a visita do Senador Italiano em São João da Boa Vista para tratar de intercâmbio com a UNIFAE, o que foi exposto através de palestra.

Encerrada a audiência, conforme a lavratura da ata e assinatura dos presentes, deliberaram os componentes da Comissão de Ética em arquivar a denúncia proposta contra o vereador Fernando Betti, nos termos do art. 15 da Resolução n.º 01/2.011.
É a síntese do necessário.

Após a análise da documentação juntada e o depoimento prestado pelo ora denunciado, é de se concluir que não há elementos para a instauração de processo disciplinar em contraditório para fins de apuração e aplicação de eventuais penalidades.
Tal afirmativa se fundamenta no fato de que a Resolução n.º 09/2.017 aprovada pelo próprio Plenário nada dispôs em seu conteúdo sobre a prestação de contas após a viagem de representação, o que torna, em nosso entender, dispensável por parte do vereador Fernando.

Tanto é correto o entendimento que nenhum vereador da Casa apresentou requerimento ou ofício cujo objeto fosse a prestação de contas da viagem de representação, vindo a ocorrer tal iniciativa apenas com o pedido da ex-vereadora Elenice no final do ano.
Ademais, o vereador denunciado não se negou a fornecer as informações a ex-vereadora, conforme respostas anexadas, mesmo que tenham sido, em seu entender, insuficientes, motivo esse que impede a configuração de ato de improbidade ou quebra de decoro parlamentar mesmo preliminarmente.

Lado outro, a licença aprovada através da Resolução n.º 09/2.017 foi instruída com a documentação necessária para tanto, inclusive ofício do parlamentar italiano, e cujo o art. 3º dispôs que &ldquoas despesas de viagem, estadia e alimentação, correrão por conta do Vereador licenciado&rdquo, mostrando-se que a Câmara Municipal não arcou com nenhuma despesa além da quantia concedida a título de licença.
Assim, considerando que o vereador se fez presente no Senado Italiano, juntamente com outras pessoas do município que laboram no UNIFAE, e desempenhou tratativas de interesse público com o parlamentar italiano, o que resultou na sua visita a São João da Boa Vista para proferir palestra, nada de irregular se constata quanto a posterior e eventual utilização de fotografias e vídeos em trabalho de conclusão de curso, conforme mídia anexa, pois a representação foi concluída e não há elementos que induzam a dizer que a viagem se deu exclusivamente para fins particulares com recursos arcados pelo erário.

Pelo exposto, e pela análise preliminar do caso apresentado, concluímos pelo ARQUIVAMENTO da presente denúncia para fins de deliberação do Plenário, visto que não há infrações constatadas pelo Código de Ética, conforme Resolução n.º 01/2.011.

São João da Boa Vista, 19 de abril de 2.018.

SEBASTIÃO NÉRIS
PRESIDENTE

RAIMUNDO RUI (RUI NOVA ONDA)
VICE-PRESIDENTE

JOSÉ EDUARDO DOS REIS
MEMBRO

Fonte: Parabrisa