Últimas Notícias!

ultimas-noticias-novo

Prefeitura reforça sinalização na região central.

Algumas das principais vias públicas localizadas na região central de São João da Boa Vista e bairros adjacentes, que estavam com a sinalização de solo deteriorada, estão recebendo melhorias para oferecerem mais condições de segurança a motoristas e pedestres.
Os serviços, executados sob a responsabilidade do setor municipal de trânsito (setran), contam com nova pintura de faixas para a travessia de pedestres e sinais de parada obrigatória.
Funcionários têm trabalhado desde a semana passada no período da noite, ou até de madrugada, para evitar a interdição do trânsito durante o dia.
O cronograma inclui as extensões das ruas Túlio Vargas, 14 de Julho, João Pessoa, Benedito Araújo, Ademar de Barros, Oscar Janson, Campos Sales e Tereziano Valim, além das regiões da Praça da Catedral e Perpétuo Socorro.
Dos cofres públicos, a administração municipal está investindo a quantia de r$ 150 mil reais para a conclusão dos trabalhos. Segundo explica o assessor municipal de trânsito e segurança, Coronel Ademir Aparecido Ramos, são 7 mil metros quadrados de sinalização.
“Estamos priorizando a sinalização de solo, sobretudo os itens que atendem a segurança: faixa de pedestre e pare, nesse primeiro momento. Começamos pela área central que, pelo uso constante, está mais desgastada, afirma.
Coronel Ademir ainda reforça que a próxima etapa de melhorias conta com o reforço de pintura em lombadas e faixas amarelas, e a elaboração de um novo cronograma para atender a outros bairros da cidade.
“Essa sinalização visa dar maior visibilidade para que os condutores tenham a percepção do que fazer nesses cruzamentos. Trata-se de uma preocupação com a segurança de pedestre e usuários de nossas vias públicas”, destaca.


PM prende dupla e apreende 12 tijolos de maconha em Vargem Grande do Sul.

A polícia militar apreendeu 12 tijolos de maconha e três celulares na madrugada desta quarta-feira (26), em uma casa do bairro Jardim Santa Marta, em Vargem Grande do Sul (SP) . Dois homens foram presos por suspeita de tráfico.
A PM chegou à propriedade depois de uma denúncia anônima. De acordo com a polícia, havia uma moto estacionada em frente ao local e o portão estava aberto. Foram feitas buscas no imóvel e as equipes encontraram os aparelhos e as porções de maconha.
Diante da descoberta dos entorpecentes, os dois jovens de 22 anos que estavam na residência foram presos e, após o registro do caso, foram encaminhados para a cadeia pública de São João da Boa Vista.


Sem votos, governo deve adiar reforma da previdência.

Ciente de que ainda está longe dos 308 votos necessários para aprovar a reforma da previdência na câmara, o governo já trabalha com a possibilidade de votá-la no plenário somente em junho.
Apesar de o planalto acreditar que tem votos suficientes para aprovação na comissão especial que discute o tema, a contagem mostra só cerca de 150 votos seguramente a favor no plenário.
Até o início desta semana, o presidente Michel Temer esperava aprovar na casa as mudanças em Maio.
confirmado esse atraso, a expectativa é que a votação no senado fique só para Setembro.


Após 10 horas, deputados aprovam reforma trabalhista.

Depois de mais de 10 horas de sessão, o plenário da câmara dos deputados aprovou ontem o texto-base da reforma trabalhista, uma das prioridades do governo de Michel Temer.
Foram 296 votos a favor do relatório do deputado Rogério Marinho (psdb-rn) e 177 contra.
O projeto, que muda cerca de cem pontos da CLT (consolidação das leis do trabalho), é criticado por sindicatos de trabalhadores e juízes do trabalho.
Esses grupos afirmam que a reforma retira direitos trabalhistas. Entidades de empresários, porém, apoiam as medidas.


Deficiente físico, idoso é agredido por dupla durante assalto em Ribeirão Preto.

Um idoso de 61 anos ficou ferido durante um assalto no Jardim América, zona sul de Ribeirão Preto (SP), nesta terça-feira (25). De acordo com o boletim de ocorrência, o homem é deficiente físico e sofreu uma queda ao ser puxado pelos dois suspeitos para fora do carro que dirigia. Ninguém foi preso.
Segundo a polícia civil, o idoso chegava a uma clínica na avenida nove de julho para receber atendimento, quando foi rendido por dois homens armados.
Os assaltantes mandaram a vítima sair do carro adaptado, mas como ela possui movimentos limitados, a dupla se desesperou e tirou o homem à força do veículo. Com a força usada pelos bandidos, o idoso caiu no chão e sofreu escoriações. Antes de fugirem no automóvel, os ladrões ainda retiraram a carteira da vítima.
O idoso recebeu atendimento e foi medicado na clínica em frente ao local do crime. O caso será investigado pelo 1º distrito policial e nem o carro, nem os documentos que estavam na carteira da vítima foram localizados.


Trabalhadores dos correios entram em greve por tempo indeterminado.

Os trabalhadores dos correios decidiram entrar em greve a partir das 22h de quarta-feira (26), segundo a federação nacional dos trabalhadores em empresas de correios e telégrafos e similares (fentect). A paralisação, segundo a entidade, é por tempo indeterminado, caso as negociações não avancem.
A greve é contra a privatização, demissões e retiradas de direitos, além do fechamento de mais de 200 agências no país, segundo a fentect. De acordo com a federação, dos 36 sindicatos filiados à entidade, 33 aderiram. Somente três estados não participam: Sergipe, Amapá e Roraima.
Os funcionários das agências franqueadas, que são terceirizados, não participam da greve. A empresa possui atualmente cerca de 6.500 agências próprias, além de mais de 1 mil franqueadas.
“Além do fim das agências próprias dos correios, com fortalecimento das franqueadas, o que esvazia os negócios da empresa para a iniciativa privada, a ECT implantou a entrega alternada em vários locais do país. Assim, aprofunda a má qualidade na entrega de correspondências, que deixa de ser diária, retirando, dessa maneira, o direito do cliente de receber regularmente as encomendas”, diz a federação.
Os correios enfrentam uma severa crise econômica e medidas para reduzir gastos e melhorar a lucratividade da estatal estão em pauta.  O presidente dos correios, Guilherme Campos, afirmou que a estatal teve um prejuízo estimado de r$ 400 milhões no primeiro trimestre, após ter tido prejuízo anual de cerca de r$ 2 bilhões em 2015 e em 2016. Ele disse ainda que a empresa não tem condições de arcar com sua folha de pagamentos e que demissões de servidores concursados estão em pauta.
Em 2016, os correios anunciaram um programa de demissão incentivada (PDI) e pretendia atingir a meta de 8 mil servidores, mas apenas 5,5 mil aderiram ao programa. “A economia com esses 5,5 mil é de r$ 700 milhões anuais e essa marca alcançada com o PDI fica aquém da necessidade da empresa. Precisamos ter outras ações para enxugamento da máquina da empresa”, afirmou campos no dia 20 de abril.
Os correios planejam também fechar cerca de 200 agências neste ano, além de uma série de medidas de redução de custos e de reestruturação da folha de pagamentos. Segundo os correios, o fechamento dessas agências acontecerá sobretudo nos grandes centros urbanos.


Pai esquece filho de 2 anos dentro do carro em distrito de Ribeirão Bonito, SP.

Uma criança de 2 anos foi esquecida dentro de um carro pelo pai e o avô na quarta-feira (27), no distrito de Guarapiranga, em Ribeirão Bonito (SP).
Segundo a polícia, o avô estava com o menino e conduzia um veículo pelo distrito quando o modelo apresentou defeito. O pai, que estava em Ribeirão Bonito, foi chamado para ajudar a resolver o problema e compareceu ao local para prestar socorro.
Ele fez a troca do automóvel e voltou para Ribeirão Bonito junto com o avô e, quando chegou à cidade, lembrou que havia deixado a criança no carro com falhas.
Moradores avistaram a criança no veículo e acionaram a polícia militar, que foi ao local resgatá-la.
Representantes do conselho tutelar compareceram à delegacia para acompanhar o caso e o garoto foi entregue à mãe.


Motociclista sofre acidente e moto vai parar embaixo de caminhão em São Carlos, SP.

Um motociclista de 20 anos ficou ferido após se envolver em um acidente nas imediações do trevo que dá acesso à rodovia professor Luís Augusto de Oliveira (sp-215), que liga São Carlos a Ribeirão Bonito (SP), na quarta-feira (26).
Segundo a polícia, chovia forte e o jovem se assustou com um caminhão enquanto fazia uma rotatória. Ele perdeu o controle da direção e derrapou.
Com a queda, o motociclista foi arremessado e a moto foi parar embaixo do caminhão, que estava carregado com ferragens.
O rapaz foi socorrido pelo serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU) e levado à santa casa, onde permanece internado em observação.


 

Anúncios

Obituário

OBITUÁRIO

Funerária Cobrinha informa:

FALECEU: JOSÉ RIBEIRO
91 anos, faleceu no dia 26/04/2017.
Casado com a Sra. Benedita Matielo Ribeiro
Residia a R. Riachuelo, 100 Centro.
Deixa os filhos Maria Tereza, Maria Aparecida, Maria Lucia, José Benedito e Luiz Antonio.
Seu sepultamento será no dia 27/04/2017 às 17:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP


Obituário

OBITUÁRIO

A FUNERÁRIA COBRINHA INFORMA:

FALECEU: ANICA TARIFA ZANETI ” ANITA “
97 anos, faleceu no dia 26/04/2017.
Viuva do Sr. Antermonte José Zaneti
Residia a R. Campos Sales, 615 Centro.
Deixa o filho José Bernardo.
Seu sepultamento será no dia 26/04/2017 às 17:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP.


 

Últimas Noticias.

ultimas-noticias-novo

Dois homens são presos após furtarem restaurante em São João.
Na madrugada desta terça-feira, dia 25, por volta das 4h21, dois homens foram surpreendidos pela polícia militar com dinheiro e objetos que haviam furtado no restaurante Brasil, localizado na rua Carolina Malheiros, em São João da Boa Vista.
No boletim de ocorrência consta que a polícia militar estava patrulhando a área central de São João quando avistou G. F. F. E e. A. DE O., os quais carregavam objetos nas mãos e ao avistarem a viatura tentaram fugir.
Porém, eles foram alcançados e detidos e ao serem indagados da fuga deram várias versões contraditórias. Por fim, acabaram confessando que haviam furtado uma sacola de moedas e vários doces e chocolates do estabelecimento comercial restaurante Brasil.
G. F. F. Disse que escalou o telhado tendo acesso ao quintal e adentrou ao local por um vitrô, enquanto que E. A. DE O. Aguardava pelo lado de fora vigiando.
Com eles foram encontrados 9 barras de chocolate laka 20g, 2 barras de chicletes, 20 barras de chocolate diamante negro 20g, 8 barras de doce de leite, 13 gomas de mascar e R$ 77,60 em moedas.
Os dois receberam voz de prisão em flagrante e foram levados ao plantão policial, onde o delegado presente ratificou a voz de prisão, recolhendo os dois à cadeia pública.


Idoso cai em golpe e perde arma de fogo e r$ 1,5 mil.
Um idoso de Araraquara (SP) caiu em um golpe na segunda-feira (24). O aposentado de 77 anos foi enganado por um homem que se passou por membro de uma paróquia e perdeu um revólver calibre 38 e r$ 1,5 mil.
Segundo a polícia, a vítima pegou carona com um desconhecido até a sua casa e, no caminho, o homem se apresentou como membro de uma paróquia da cidade.
Durante a conversa, o aposentado contou que possuía um revólver calibre 38 guardado em casa e, no fim do diálogo, o aposentado foi convencido a entregar a arma ao homem para que ela fosse benzida por um padre.
Além do revólver, o idoso ainda entregou para o criminoso r$ 1,5 mil e só depois que o homem partiu percebeu que havia sido enganado. Ele procurou a polícia civil para comunicar o caso e o golpe deverá ser investigado.


Pai e filho são presos por suspeita de tráfico de drogas em São Carlos, SP.
A polícia militar prendeu um homem de 39 anos e seu filho, de 19, por suspeita de tráfico de drogas em São Carlos (SP), na noite de segunda-feira (24).
A dupla foi flagrada entre a rua Papa Paulo vi e a avenida Madre Cabrini, no Jardim Cruzeiro do Sul. Segundo a PM, o pai estava no interior de um veículo com uma garota de 14 anos e foi visto passando um pacote para o filho, que estava do lado de fora do carro.
Policiais que patrulhavam a área desconfiaram da ação, decidiram abordar o trio e, no pacote, encontraram 204 pedras de crack embaladas para consumo e R$ 70.
Os três foram levados para o plantão policial e a droga foi apreendida. A adolescente foi liberada e pai e filho foram encaminhados para o centro de triagem de São Carlos.


Polícia apreende 2,5 toneladas de maconha em ação na grande Sp.
Polícia apreendeu, ao todo, 2,5 toneladas de maconha durante uma operação realizada na capital paulista e em Francisco Morato, na grande São Paulo, nesta terça-feira (25). Duas mulheres e quatro homens foram presos.
Conforme apurou o bom dia são paulo, dois veículos que passavam pela rodovia fernão dias aparentavam estar pesados e chamaram a atenção da polícia. Neles, foram encontrados diversos pacotes de maconha. Dois casais que estavam nos automóveis foram presos.
De acordo com a polícia, os detidos contaram que a droga seria levada para a zona leste da capital, onde seria vendida. Eles contaram também que pegaram a maconha em uma espécie de depósito na região de francisco morato.
Seguindo as coordenadas dos presos, os policiais foram, então, até a comunidade jardim flórida e prenderam mais um homem, suspeito de ser o dono da droga. Ele ainda levou a polícia a uma outra casa, onde mais um suspeito foi preso.
No local onde foi feita esta última prisão, os policiais encontraram mais 1,5 tonelada de maconha. O homem detido com a droga disse que recebia R$ 5 mil mensais para armazenar e tomar conta dos pacotes. Todo o carregamento apreendido será periciado e depois destruído, de acordo com a polícia.


Reforma trabalhista deve ser votada na câmara nesta quarta.
Câmara deve votar na manhã desta quarta-feira (26) o texto da reforma trabalhista, que teve o relatório aprovado na comissão especial na terça-feira (25) por 27 votos a favor e 10 contra. O projeto foi encaminhado ao legislativo pelo governo temer e propõe uma reformulação nas regras trabalhistas.
O parecer apresentado pelo relator Rogério Marinho (PSDB-RN) teve 24 destaques – pedidos de alteração no texto – apresentados pelos membros do colegiado, mas que não foram analisados por causa do início da ordem do dia na câmara. Os pedidos perderam o efeito e precisarão ser novamente apresentados no plenário, onde serão analisados após a votação do texto-base, se ele for aprovado.
Para ser aprovada no plenário da câmara, a reforma trabalhista precisa dos votos favoráveis da maioria simples dos deputados, ou seja, respeitado o quórum mínimo de 257 parlamentares na sessão, o projeto é aprovado se o número de votos “sim” corresponder à maioria dos votos válidos.
Segundo adiantou o blog do Camarotti, os ministros Mendonça Filho (DEM), da educação, Fernando Bezerra Filho (PSB), de Minas e energia, e Bruno Araújo (PSDB), das cidades, irão se afastar para votar com o governo no plenário.
A expectativa do presidente da câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é concluir o processo de votação na câmara até quinta-feira. Depois disso, a proposta segue para apreciação do senado.
Principais pontos do parecer:
As férias poderão ser parceladas em três vezes ao longo do ano;
A contribuição sindical, hoje obrigatória, passa a ser opcional;
Patrões e empregados podem negociar, por exemplo jornada de trabalho e criação de banco de horas;
Haverá multa de R$ 3 mil por cada trabalhador não registrado. No caso de micro e pequenas empresas, o valor cai para R$ 800.
O trabalho em casa (home office) entra na legislação e terá regras específicas, como reembolso por despesas do empregado;
Juízes poderão dar multa a quem agir com má-fé em processos trabalhistas;
Gestante pode trabalhar em ambiente insalubre desde que apresente atestado médico comprovando que não há risco para ela ou o feto. A reforma define pontos que podem ser fruto de acordo entre empresários e representantes dos trabalhadores, passando a ter força de lei. O relator, porém, incluiu diversas mudanças.
Inicialmente, o projeto da reforma trabalhista tinha caráter conclusivo, ou seja, iria direto à apreciação do senado após aprovação na comissão especial da câmara, sem necessidade de passar pelo plenário principal da casa.
Na última semana, porém, os deputados aprovaram um requerimento de tramitação em regime de urgência. Com a decisão, o texto aprovado pela comissão seguirá para o plenário.
No debate da comissão, membros da base aliada argumentaram que o texto moderniza a lei trabalhista. A oposição, por outro lado, criticou a proposta, afirmando que ela retira direitos dos trabalhadores.
A bancada do PSB se mostrou dividida. Na segunda (24), a executiva nacional do partido, que comanda o ministério de minas e energia, decidiu fechar questão contra as reformas do governo temer.
O deputado Fabio Garcia (PSB-MT) contrariou a orientação e votou a favor do parecer. O estatuto do PSB prevê punição para esses casos de desobediência. Veja como foram os votos na comissão:
– A favor do relatório:
PMDB
Celso Maldaner (SC)
Daniel Vilela (GO)
Mauro Pereira (RS)
Valdir Colatto (SC)
PP
Jerônimo Goergen (RS)
Lázaro Botelho (TO)
Ronaldo Carletto (BA)
DEM
Carlos Melles (MG)
Eli Corrêa Filho (SP)
PRB
Silas Câmara (AM)
PSC
Arolde de Oliveira (RJ)
PTB
Nelson Marquezelli (SP)
PTN
Renata Abreu (SP)
SD
Laercio Oliveira (SE)
PR
Luiz Nishimori (PR)
Magda Mofatto (GO)
Bilac Pinto (MG)
PSD
Herculano Passos (SP)
Goulart (SP)
PROS
Toninho Wandscheer (PR)
PSDB
Rogério Marinho (RN)
Elizeu Dionizio (MS)
Vitor Lippi (SP)
PSB
Fabio Garcia (MT)
PPS
Arnaldo Jordy (PA)
PV
Evandro Gussi (SP)
PSL
Alfredo Kaefer (PR)
– Contra o relatório:
PT
Benedita da Silva (RJ)
Helder Salomão (ES)
Patrus Ananias (MG)
Wadih Damous (RJ)
PCDOB
Assis Melo (RS)
PSB
Danilo Cabral (PE)
PSOL
Chico Alencar (RJ)
PEN
Walney rocha (RJ)
PHS
Givaldo Carimbão (AL)
PDT
Sergio Vidigal (ES)
Pontos do relatório
Veja os principais pontos do relatório de Rogério Marinho (PSDB-RN) da reforma trabalhista, aprovado nesta terça-feira em comissão especial na câmara:
Férias em três etapas
Hoje, as férias podem ser tiradas em dois períodos, desde que um deles não seja inferior a 10 dias corridos.
Pelo novo texto, desde que o empregado concorde, as férias poderão ser usufruídas em até três períodos, sendo que um deles não poderá ser inferior a 14 dias corridos e os demais não poderão ser menores do que 5 dias corridos, cada um. Também fica vedado o início das férias no período de dois dias que antecede feriado ou dia de repouso semanal remunerado.
O parecer de marinho estabelece as situações que poderão ser negociadas entre empregadores e trabalhadores e, em caso de acordo, vão prevalecer sobre a lei trabalhista. (Veja a lista completa no final desta reportagem) Entre os pontos que poderão ser negociados, estão, além do parcelamento de férias em até 3 vezes no ano, a jornada de trabalho, a redução de salário e a constituição de banco de horas. Por outro lado, as empresas não poderão discutir, por exemplo, o fundo de garanta, o salário mínimo, o décimo terceiro e as férias proporcionais.
O relatório propõe uma série de salvaguardas para o trabalhador terceirizado. Em março, o presidente Michel Temer sancionou uma lei que permite a terceirização para todas as atividades de uma empresa.
O parecer inclui uma espécie de quarentena, na qual o empregador não poderá demitir o trabalhador efetivo e recontratá-lo como terceirizado num período de 18 meses.
A empresa que recepcionar um empregado terceirizado terá, ainda, que manter todas as condições que esse trabalhador tem na empregadora-mãe, como uso de ambulatório, alimentação e segurança.
Atualmente, o pagamento da contribuição sindical é obrigatório e vale para empregados sindicalizados ou não. Uma vez ao ano, é descontado o equivalente a um dia de salário do trabalhador. Se a mudança for aprovada, a contribuição passará a ser opcional.
Pela legislação atual, o empregador que mantém empregado não registrado fica sujeito a multa de um salário-mínimo regional, por empregado não registrado, acrescido de igual valor em cada reincidência.
Na reforma enviada pelo governo, o texto propõe multa de R$ 6 mil por empregado não registrado, acrescido de igual valor em cada reincidência. No caso de microempresa ou empresa de pequeno porte, a multa prevista é de R$ 1 mil. O texto prevê ainda que o empregador deverá manter registro dos respectivos trabalhadores sob pena de R$ 1 mil.
Em seu parecer, porém, Rogério Marinho reduziu o valor da multa para R$ 3 mil para cada empregado não registrado. No caso de micro e pequenas empresas, a multa será de R$ 800. Na hipótese de não serem informados os registros, ele reduziu a multa para R$ 600.
Jornada de trabalho
Hoje, a legislação não conta como jornada de trabalho o tempo gasto pelo trabalhador no deslocamento até o local de trabalho e na volta para casa, por qualquer meio de transporte. A exceção é quando o empregado usa transporte fornecido pelo empregador por ser um local de difícil acesso ou onde não há transporte público.
O relator modifica o texto para deixar claro que não será computado na jornada de trabalho o tempo que o empregado levar até “a efetiva ocupação do posto de trabalho” e não mais até o local de trabalho. Além disso, deixa de considerar como jornada de trabalho o tempo usado pelo empregado no trajeto utilizando meio de transporte fornecido pelo empregador “por não ser tempo à disposição do empregador”.
Também não será computado como extra o período que exceder a jornada normal quando o empregado, por escolha própria, buscar proteção pessoal, em caso de insegurança nas vias públicas ou más condições climáticas, ou ficar nas dependências da empresa para exercer atividades particulares, como higiene e troca de roupa ou uniforme, quando não houver obrigatoriedade de realizar a troca na empresa.
Regime parcial
A lei em vigor considera trabalho em regime de tempo parcial aquele cuja duração não passe de 25 horas semanais. Pela legislação atual, é proibida a realização de hora extra no regime parcial.
O parecer do relator aumenta essa carga para 30 horas semanais, sem a possibilidade de horas suplementares por semana. Também passa a considerar trabalho em regime de tempo parcial aquele que não passa de 26 horas por semana, com a possibilidade de 6 horas extras semanais. As horas extras serão pagas com o acréscimo de 50% sobre o salário-hora normal.
As horas extras poderão ser compensadas diretamente até a semana seguinte. Caso isso não aconteça, deverão ser pagas.
Regime normal
Em relação ao regime normal de trabalho, o parecer mantém a previsão de, no máximo, duas horas extras diárias, mas estabelece que as regras poderão ser fixadas por “acordo individual, convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho”. Hoje, a clt diz que isso só poderá ser estabelecido “mediante acordo escrito entre empregador e empregado, ou mediante contrato coletivo de trabalho”.
Pela regra atual, a remuneração da hora extra deverá ser, pelo menos, 20% superior à da hora normal. O relator aumenta esse percentual para 50%.
Banco de horas
Hoje, a lei prevê a compensação da hora extra em outro dia de trabalho, desde que não exceda, no período máximo de um ano, à soma das jornadas semanais de trabalho previstas, nem seja ultrapassado o limite máximo de dez horas diárias. A regra é estabelecida por acordo ou convenção coletiva de trabalho.
O texto do relator prevê que o banco de horas poderá ser pactuado por acordo individual escrito, desde que a compensação ocorra no período máximo de seis meses. Além disso, poderá ser ajustada, por acordo individual ou coletivo, qualquer forma de compensação de jornada, desde que não passe de dez horas diárias e que a compensação aconteça no mesmo mês.
Jornada de 12 x 36 horas
Hoje, a justiça autoriza a realização da jornada de 12 horas de trabalho alternados por 36 horas de descanso para algumas categorias. Esse tipo de jornada de trabalho é seguido por várias categorias, sendo observado o limite semanal de cada profissão em legislação específica.
Com a reforma trabalhista, a jornada 12×36 passa a fazer parte da legislação. O texto também prevê que a remuneração mensal incluirá descanso semanal remunerado e descanso em feriados.
Trabalho remoto ou home office
Atualmente, não há previsão na legislação para o trabalho home office, como quando o empregado trabalha de casa.
O texto do relator inclui o trabalho em casa na legislação e estabelece regras para a sua prestação. Ele define, por exemplo, que o comparecimento às dependências do empregador para a realização de atividades específicas que exijam a presença do empregado no estabelecimento não descaracteriza o regime de trabalho remoto.
Deverá haver um contrato individual de trabalho especificando as atividades que serão realizadas pelo empregado. O contrato também deverá fixar a responsabilidade sobre aquisição, manutenção ou fornecimento dos equipamentos, além da infraestrutura necessária, assim como ao reembolso de despesas arcadas pelo empregado. As utilidades não poderão integrar a remuneração do empregado.
Mulheres e trabalho insalubre
Atualmente, a lei proíbe que mulheres grávidas ou lactantes trabalhem em ambientes com condições insalubres. Quando apresentou o relatório, marinho incluiu um ponto que autoriza que essas mulheres a trabalharem em ambiente insalubre.
Agora, foi estabelecida a exigência de que, para trabalhar nesses ambientes, a mulher apresente atestado médico que comprove que não há risco ao feto ou à mãe.
Dano extrapatrimonial
O texto inclui na legislação trabalhista a previsão do dano extrapatrimonial, quando há ofensa contra o empregado ou contra a empresa.
São consideradas passíveis de reparação quando, no caso da pessoa física, por exemplo, houver ofensa à honra, imagem, intimidade, liberdade de ação ou saúde.
No caso da pessoa jurídica, quando houver ofensa à imagem, marca, nome, segredo empresarial e sigilo da correspondência. Caberá ao juiz fixar a indenização a ser paga.
Segundo o relator, o objeto é disciplinar os procedimentos para evitar “decisões díspares” da justiça para situações parecidas. Ele fixa critérios objetivos que deverão ser seguidos pelos juízes para definir o valor da indenização.
Trabalhador autônomo
O texto do relator deixa claro que a contratação do autônomo, com ou sem exclusividade, de forma contínua ou não, afasta a qualidade de empregado.
Trabalho intermitente
Sobre o contrato individual de trabalho, o relator mantém que ele poderá ser acordado verbalmente ou por escrito, por prazo determinado ou indeterminado, mas inclui a previsão para que o trabalho seja prestado de forma intermitente, que permite a contratação de funcionários sem horário fixo de trabalho.
O contrato deverá ser por escrito e conter especificamente o valor da hora de trabalho, que não pode ser inferior ao valor horário do salário mínimo ou àquele pago aos demais empregados que exerçam a mesma função em contrato intermitente ou não.
O empregado deverá ser convocado com, no mínimo, três dias corridos de antecedência. No período de inatividade, o trabalhador prestar serviços a outros contratantes. Ao final de cada período de prestação de serviço, o empregado receberá o pagamento imediato das parcelas do salário, férias e décimo terceiro salário proporcionais. Também haverá o recolhimento da contribuição previdenciária e do fgts.
Nesse ponto, a pedido da categoria dos aeronautas, o relatório passou a definir que trabalho intermitente será proibido em casos de profissões regidas por legislação específica.
Sucessão empresarial
O relatório prevê que, no caso de sucessão empresarial ou de empregadores, as obrigações trabalhistas passam a ser de responsabilidade do sucessor.
Justiça do trabalho
No relatório, Marinho propõe um maior rigor para a criação e alteração de súmulas, interpretações que servem de referência para julgamentos.
Ficará definido na CLT como as súmulas poderão ser produzidas. Será exigida a aprovação de ao menos dois terços dos ministros do tribunal superior do trabalho para que elas sejam editadas.
Ainda assim, essa definição só poderá ser feita se a mesma matéria já tiver sido decidida de forma idêntica por unanimidade em pelo menos dois terços das turmas, em pelo menos dez sessões diferentes.
Má-fé
O texto estabelece punições para quem, seja o reclamante ou o reclamado, agir com má-fé em processos judiciais na área trabalhista. O juiz poderá dar condenação de multa, entre 1% e 10% da causa, além de indenização para a parte contrária.
Será considerada de má-fé a pessoa que alterar a verdade dos fatos, usar o processo para objetivo ilegal, gerar resistência injustificada ao andamento do processo, entre outros.
Pontos que podem ser negociados ou não em acordos coletivos para ter força de lei
Pontos que poderão se sobrepor à lei quando houver acordo coletivo:
Pacto quanto à jornada de trabalho, observados os limites constitucionais;
Banco de horas individual;
Intervalo intrajornada, respeitado o limite mínimo de trinta minutos para jornadas superiores a seis horas;
Adesão ao programa seguro-emprego
Plano de cargos, salários e funções
Regulamento empresarial;
Representante dos trabalhadores no local de trabalho;
“teletrabalho”, ou home office e trabalho intermitente;
Remuneração por produtividade, incluídas as gorjetas e remuneração por desempenho individual;
Modalidade de registro de jornada de trabalho;
Troca do dia de feriado;
Identificação dos cargos que demandam a fixação da cota de aprendiz;
Enquadramento do grau de insalubridade;
Prorrogação de jornada em ambientes insalubres;
Prêmios de incentivo em bens ou serviços;
Participação nos lucros ou resultados da empresa.
Hipóteses nas quais não será permitida, por acordo coletivo, supressão ou redução dos seguintes direitos:
Normas de identificação profissional, inclusive as anotações na carteira de trabalho e previdência social;
Seguro-desemprego, em caso de desemprego involuntário;
Valor dos depósitos mensais e da indenização rescisória do fgts;
Salário-mínimo;
Valor nominal do décimo terceiro salário;
Remuneração do trabalho noturno superior à do diurno;
Proteção do salário na forma da lei;
Salário-família;
Repouso semanal remunerado;
Remuneração do serviço extraordinário superior, no mínimo, em 50% à do normal;
Número de dias de férias devidas ao empregado;
Gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que o salário normal;
Licença-maternidade com a duração mínima de 120 dias;
Licença-paternidade nos termos fixados em lei;
Proteção do mercado de trabalho da mulher, mediante incentivos específicos
Aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, sendo no mínimo de trinta dias;
Normas de saúde, higiene e segurança do trabalho;
Adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou perigosas;
Aposentadoria;
Seguro contra acidentes de trabalho, a cargo do empregador;
Ação, quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho, com prazo prescricional de cinco anos para os trabalhadores urbanos e rurais, até o limite de dois anos após a extinção do contrato de trabalho;
Proibição de qualquer discriminação no tocante a salário e critérios de admissão do trabalhador com deficiência
Proibição de trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito anos e de qualquer trabalho a menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos;
Medidas de proteção legal de crianças e adolescentes;
Igualdade de direitos entre o trabalhador com vínculo empregatício permanente e o trabalhador avulso;
Liberdade de associação profissional ou sindical do trabalhador;
Direito de greve;
Definição legal sobre os serviços ou atividades essenciais e disposições legais sobre o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade em caso de greve;
Tributos e outros créditos de terceiros.


 

Últimas Noticias!

ultimas-noticias-novo

Incêndio destrói casa em São José do Rio Pardo.

Um incêndio destruiu uma casa do bairro Chico Xavier, em São José do Rio Pardo (sSP), na madrugada desta segunda-feira (24). A suspeita é de que o antigo companheiro da proprietária tenha provocado as chamas.
Segundo a polícia militar, o homem de 36 anos não concorda com a separação e vinha ameaçando a ex de morte. Ele também teria dito que queimaria a casa.
Quando as chamas começaram, a mulher não estava na propriedade e ninguém ficou ferido. O corpo de bombeiros foi chamado para conter o fogo e a PM foi acionada para registrar o caso.
O incêndio será apurado pela polícia civil e, até o momento, o suspeito não foi encontrado para prestar depoimento.


PM fecha ponto de negociação de drogas e prende grupo suspeito de tráfico em Pirassununga.

A polícia militar desmontou um ponto de negociação e armazenamento de drogas na noite de domingo (23), em Pirassununga (sp).
A polícia chegou ao local após uma denúncia anônima e encontrou três homens e uma mulher. A equipe vistoriou o imóvel e os carros dos indivíduos, e encontrou 824 gramas de cocaína e 190 gramas de crack.
Os suspeitos foram levados para o plantão policial e, após o registro do caso, foram encaminhados para unidades prisionais. Os homens foram para a cadeia pública da cidade e a mulher foi levada para a cadeia feminina de limeira.


Homem tem 67% do corpo queimado após ser atacado e polícia procura suspeito em pedregulho.

Um homem teve 67% de seu corpo queimado por um rapaz após uma discussão entre os dois neste sábado (22) no município de Pedregulho (sp). A vítima estava em um terreno no centro da cidade quando o suspeito se aproximou. Depois de brigarem, o agressor jogou gasolina no corpo do homem e ateou fogo em seguida. A polícia investiga a motivação do crime e a identidade do suspeito, mas ninguém foi preso. A vítima está internada na santa casa de pedregulho.
A polícia civil registrou o caso como tentativa de homicídio e afirma que já está realizando investigações para tentar identificar o autor do crime. Segundo agentes da delegacia de pedregulho, o delegado Fábio José Branquinho Pereira, que é responsável pelo caso, já está instaurando um inquérito para apurar todas as circunstâncias do crime.
Ainda não se sabe o que motivou a briga entre os homens e a vítima foi identificada como Valmir de Souza Morais. Ele sofreu diversas queimaduras em boa parte do tórax e no braço direito antes de ser levado para a santa casa de pedregulho às pressas. O rosto do rapaz foi a parte mais atingida pelas chamas.
Segundo funcionários da unidade de saúde, o rapaz sofreu queimaduras em 67% de seu corpo, mas está consciente e aguarda uma vaga em algum hospital do estado que seja especializado em tratar vítimas de queimaduras.


Tabacaria é acusada de vender bebida para menor.

No último dia 22, por volta das 22h50, a polícia militar que estava atuando pela atividade delegada visualizou três jovens no interior do estabelecimento comercial tabacaria Moes, localizado na Avenida Dona Gertrudes.
Ao notar a presença da viatura, os jovens esboçaram certo nervosismo. Ao serem abordados, nada de ilícito foi encontrado, exceto a bebida alcoólica. Indagados sobre o fato, informaram que compraram na tabacaria Moes e que em momento algum o vendedor perguntou a idade dos menores. Na sacola havia uma garrafa de vodka marca leonoff.
Todas as partes e os objetos foram conduzidos ao plantão policial, onde o delegado presente determinou a lavratura de bo/pc com base no art. 243 da lei 8069/1990 (venda de bebida alcoólica a menor). Foi confeccionado também raia de alvará vencido no estabelecimento.


Prefeitura e clínicas oferecem vacina contra a gripe.

Desde o dia 17 de abril todas as 13 unidades básicas de saúde (ubs) mantidas pela prefeitura de São João da Boa Vista estão preparadas e em plena campanha de vacinação contra a influenza (gripe).
As doses serão aplicadas gratuitamente até o dia 26 de maio para um grupo de risco.
O dia d, ocasião em que todas unidades estarão abertas das 8h às 17h, está programado para 13 de maio, sábado. Neste ano, a vacinação foi organizada por etapas para facilitar O atendimento aos grupos prioritários.
O grupo de risco é formado por trabalhadores que atuam na área da saúde e pessoas com mais de 60 anos de idade; gestantes; mulheres que tiveram filho recentemente (até 45 dias do parto); crianças com mais de seis meses e menores de cinco anos; indígenas; doentes crônicos; professores.
A vacina é contraindicada para pessoas com reação alérgica grave a proteína do ovo e crianças menores de seis meses de idade.
Clínicas oferecem vacina para demais grupos.
As pessoas que não fazem parte do grupo de risco podem se vacinar em clínicas particulares, evitando a gripe.
Vale lembrar que em 2016 a gripe H1N1 acometeu muitas pessoas em São João e região e causou pânico, sendo que as vacinas se esgotaram em todas as clínicas.
Portanto, não perca tempo: grupos de risco procurem a rede pública e demais pessoas uma clínica particular. O melhor caminho é a prevenção!


Confira o imposto de renda de quem tem mais de 65 anos.

O aposentado com mais de 65 anos deve ter cuidado ao declarar o imposto de renda. A partir do mês em que completa os 65 anos, a receita federal concede uma isenção extra, o que faz com que o contribuinte pague menos ir ou fique isento do imposto.
Em 2016, esse limite de isenção foi de r$ 1.903,98 por mês ou r$ 24.751,74 no ano. na hora de declarar, essa grana isenta vai na ficha “rendimentos isentos e não tributáveis”, na linha 10.
O valor que ultrapassar o limite deve ser declarado, em geral, na ficha “rendimentos tributáveis recebidos de pj”. Por lei, o contribuinte tem o direito de pagar menos ir pela grana recebida do INSS, da previdência de estados e municípios e de planos de previdência privada.


Trump envia submarino nuclear para a península Coreana.

O governo dos estados unidos enviou o submarino nuclear Uss Michigan para o litoral da coreia do sul, informou a CNN nesta segunda-feira.
De acordo com a rede de notícias americana, a embarcação deve passar pelo porto da cidade Sul-Coreana de Busan nesta terça-feira, mesmo dia em que a coreia do norte celebra o 85º aniversário da criação de seu exército do povo, uma data importante para o regime de kim jong-un e que, segundo alguns analistas, pode ser a ocasião para um novo teste balístico de pyongyang.
Movido à energia nuclear, o Uss Michigan foi originalmente desenvolvido para carregar (e lançar) mísseis com ogivas atômicas, mas passou por modificações em 2004 para ser capaz de disparar torpedos menores. atualmente, a embarcação tem capacidade para lançar mais de cem tomahawks.
A manobra é mais uma demonstração de força do presidente americano Donald Trump, com o objetivo de intimidar o ditador norte-coreano, que afirmou que reforçará suas “medidas nucleares de autodefesa” perante o envio do porta-aviões americano Uss Carl Vinson para perto de seu território.
Uss Carl Vinson
O porta-aviões Uss Carl Vinson e sua frota de ataque se encontram atualmente realizando exercícios conjuntos estratégicos com tropas japonesas no pacífico e planejam se aproximar da península da coreia no final desta semana.
Washington anunciou há duas semanas que tinha enviado o porta-aviões em resposta a um teste de mísseis norte-coreano no início de abril, embora a frota tivesse participado primeiro de exercícios com a austrália sem que a casa branca confirmasse até a última quinta-feira.
“erro fatal”
Em um artigo de opinião publicado pelo jornal estatal Rodong, Pyongyang afirma que “seria um erro fatal por parte dos EUA pensar que pode amedrontar a coreia do norte com o porta-aviões”.
O texto adverte que se “as provocações do inimigo” continuarem, as forças norte-coreanas “responderão com golpes mortais” e resistirão a “qualquer tentativa de guerra total com um ataque nuclear sem piedade”.
O artigo também ameaça “aniquilar os invasores” e anuncia que o exército e o povo norte-coreanos “reforçarão suas medidas de dissuasão nuclear para a autodefesa de todas as formas possíveis”.


Comissão deve votar hoje reforma trabalhista.

A comissão especial da câmara dos deputados deve votar nesta terça-feira o parecer da reforma trabalhista do relator Rogério Marinho (psdb-rn). a votação está prevista para começar às 10h. A expectativa da base aliada é aprovar o texto hoje na comissão especial e entre amanhã e quinta-feira no plenário da câmara.
Na semana passada, o plenário da câmara aprovou requerimento de urgência para votação da proposta. Isso significa que não é possível pedir vista ou emendas à matéria na comissão especial que analisa o parecer.
O relatório da reforma trabalhista mexe em 100 pontos da consolidação das leis do trabalho (clt). O projeto dá força de lei aos acordos coletivos negociados entre empresas e trabalhadores em vários pontos. entre eles, permite que sindicatos e empresas negociem jornadas de até 12 horas diárias, desde que respeitado o limite de até 48 horas por semana (contabilizando horas extras).
Veja abaixo alguns pontos que serão alterados com a reforma trabalhista:
• mais seis entidades aderem à greve geral; veja quem para
• pilotos e comissários aprovam estado de greve contra reformas
acordos coletivos.
Hoje, os acordos não podem se sobrepor à CLT. Com a reforma, o negociado em acordo se sobrepõe ao legislado. Com isso, os acordos terão poder para regulamentar jornadas de 12 horas, parcelamento de férias, entre outros pontos.
O relatório de marinho prevê 16 situações em que o acordo ou negociação coletiva tem prevalência sobre o legislado. Entre eles está a troca do dia de feriado. Isso significa que patrões e empregados podem negociar que feriados que caírem na terça ou quinta-feira, por exemplo, sejam gozados na segunda ou sexta. seria o fim dos feriados emendados.
parcelamento de férias
Hoje, a lei permite que as férias sejam parceladas em até duas vezes, sendo que um dos períodos não pode ser menor do que dez dias corridos. A reforma permite o parcelamento em até três períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 14 dias. Os outros dois não podem ser menores do que cinco dias corridos.
Hoje, as horas acumuladas devem ser compensadas em um ano. Após esse prazo, o trabalhador deve recebe-las com acréscimo de 50%. Pela reforma, o banco de horas pode ser negociado diretamente entre empresa e funcionário.
Hoje, permite-se jornada de 25 horas semanais, sem hora extra, com direito a 18 dias de férias. Reforma amplia esse período para 30 horas semanais, sem hora extra, ou 26 horas com até seis horas extras semanais. O período de férias sobe para 30 dias.
Lei não prevê hoje jornadas sem continuidade. Reforma prevê prestação de serviços de forma descontínua, podendo alternar períodos em dia e hora, cabendo ao empregado o pagamento pelas horas efetivamente trabalhadas. O pagamento será feito por horas e o cálculo não pode ser inferior à hora do salário mínimo.
Não é regulamentado hoje pela CLT. Relatório prevê a prestação de serviços preponderantemente fora das dependências do empregador. Empresas ainda poderão revezar os regimes de trabalho entre presencial e teletrabalho.
Trabalhador pode ser demitido ou ser demitido com e sem justa causa. Demitidos sem justa causa recebem hoje multa de 40% sobre o saldo depositado do FGTS, os depósitos do fundo, além de ter direito ao seguro-desemprego. Relator cria a demissão em comum acordo. Na nova situação, a multa cai para 20%, trabalhador recebe 80% do saldo depositado no FGTS e não tem mais direito ao seguro-desemprego.
Correspondente a um dia de salário, ele é obrigatório para todos os trabalhadores com carteira assinada, independentemente de serem sindicalizados ou não. com a reforma, trabalhador deverá autorizar a cobrança.
Elas não podem trabalhar hoje em locais insalubres. o relatório diz que “a invés de se restringir obrigatoriamente o exercício de atividades em ambientes insalubres, será necessária a apresentação de um atestado médico comprovando que o ambiente não oferecerá risco à gestante ou à lactante.”
Hoje, o tempo de deslocamento entre a casa do funcionário e a empresa é contabilizado como jornada quando o transporte é oferecido pelo empregador. O relatório diz que esse tempo deixa de contar como jornada. “A nossa intenção é a de estabelecer que esse tempo, chamado de hora inerente, por não ser tempo à disposição do empregador, não integrará a jornada de trabalho. essa medida, inclusive, mostrou-se prejudicial ao empregado ao longo do tempo, pois fez com que os empregadores suprimissem esse benefício aos seus empregados.”
CLT não prevê essa situação. Hoje, trabalhadores podem entrar com ação contra antigo empregador até dois anos após a demissão e reivindicarem pagamentos referentes os últimos cinco anos. Reforma cria a quitação anual das obrigações trabalhistas, que deverá ser firmada na presença do sindicato representante da categoria do empregado, no qual deverá constar as obrigações discriminadas e terá eficácia liberatória das parcelas nele especificadas. “A ideia é que o termo de quitação sirva como mais um instrumento de prova, no caso de ser ajuizada ação trabalhista”, diz o relatório.


 

Obituário

OBITUÁRIO

Funerária Cobrinha informa:

FALECEU: E. LAERTE DOS SANTOS “FILHO DO JOÃO CHARUTO TAPECEIRO”
74 anos, faleceu no dia 24/04/2017.
Casado com a Sra. Marlene Alves Moreira dos Santos. Residia a R. Santa Cecilia, 54 São Benedito nesta cidade. Deixa os filhos: Ricardo, Reinaldo e Fernando.
Seu sepultamento será no dia 25/04/2017 às 14:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP.


 

Últimas Noticias.

ultimas-noticias-novo

Prefeito de Pinhal trabalha para aumentar receita da cidade.
O prefeito de Espírito Santo do Pinhal, Sergio Bianchi, eleito em 2016 com 53,44% dos votos válidos (12.436), tenta alternativas para aumentar a receita do município, que não cresce há cinco anos e, atualmente, é igual a despesa.
Um dos mais novos prefeitos da região, senão o mais novo, Sergio Bianchi, de 36 anos, recebeu a reportagem do o municipio em seu gabinete na tarde da última segunda-feira (17).
E o primeiro assunto abordado pelo prefeito foi a realidade econômica em que recebeu a prefeitura de Pinhal. Segundo ele, o déficit financeiro, referente a despesas da gestão anterior não empenhadas e férias atrasadas de professores, era de r$ 3,7 milhões.
E neste momento Sergio Bianchi revelou um quadro preocupante: a receita e a despesa de Pinhal praticamente são iguais, sendo que a receita permaneceu a mesma nos últimos cinco anos. Com isso, os recursos para investimentos são escassos e os cofres públicos quase registram prejuízos.
Em 2011, por exemplo, a receita de pinhal era de 99 milhões e a despesa de r$ 59 milhões. Já em 2016, a receita permaneceu em cerca de r$ 100 milhões, porém as despesas aumentaram bastante, cerca de r$ 94 milhões.
portanto, Bianchi sinaliza que um dos seus principais objetivos é aumentar a receita da prefeitura e para isso planeja uma série de ações. “Precisamos criar receita revendo o código tributário, que é de 2003. Queremos oferecer incentivos para quem pagar o IPTU antes. É ter eficiência na gestão em arrecadação dos tributos”, explica.
Paralelamente a isso, o prefeito já vem fazendo uma série de cortes na prefeitura em busca de também reduzir as despesas e trazer um equilíbrio maior ao cofre municipal. Das 17 diretorias que existiam, Bianchi reduziu para 13 e avisa que ainda pretende diminuir mais.
Diversos cargos de confiança também foram cortados e em Pinhal diretores não usam celulares ou carros públicos. “Estamos reduzindo em tudo. O carnaval que era mais de r$ 300 mil ficou menos de r$ 30. Estamos cortando na carne para poder honrar com os compromissos, priorizando sempre o pagamento dos funcionários”.
Outro projeto do prefeito Bianchi é incentivar o desenvolvimento da cidade e para isso vai criar o instituto desenvolve Pinhal. Além disso, ele conta que está em busca de regularizar os distritos industriais do município. “Nosso foco principal é apoiar quem está aqui, apoiar o empresário local que precisa ampliar e por isso estamos criando o instituto”.
O turismo é outra fonte de receita que Bianchi pretende explorar. De acordo com ele, o secretário estadual de turismo, Laércio Benko, esteve no município na última semana e sinalizou que pinhal vai ser uma das primeiras cidades a se tornar de ‘interesse turístico’.
Com isso, Pinhal passa a receber cerca de r$ 500 mil por ano. “Estamos apostando muito junto com o contur para que a gente possa mostrar para as pessoas tudo isso que tem de bom em Pinhal. O turismo rural, a questão dos casarões, a história toda do café”. Para se ter uma ideia da importância de pinhal no cenário cafeeiro, Bianchi revela que 52% das máquinas voltadas para a cultura do café no Brasil são produzidas em Pinhal.
Junto com o desenvolvimento, a saúde terá prioridade na gestão do prefeito Bianchi. Seu vice, José Antonio Vergueiro Costa, que é médico e também participou da entrevista, explica que o foco é reestruturar a rede básica de saúde.
“Nós contratamos três médicos para a saúde da família, muitíssimo bons. Assim temos hoje nove médicos de confiança, que estão vestindo a camisa, cumprindo horário e dando atendimento a população”, garante o vive José Antonio.
Uma revelação feita ao o municipio é que a santa casa de Pinhal, que segundo José Antonio está sem dívidas e totalmente estruturada, terá em breve 10 leitos de UTI. “Nosso hospital está todo reformado, centro cirúrgico novo e estamos em construção da UTI”.
O investimento total na construção da UTI e compra dos equipamentos será de cerca de r$ 2,5 milhões. Mas, para viabilizar o funcionamento desta UTI José Antonio já prevê a necessidade de regionalizar o atendimento da santa casa de Pinhal.


Homem mata ex-companheira com dois tiros.
Casa Branca foi palco de um crime bárbaro neste domingo, dia 23. Carlos Alexandre Gomes, de 27 anos, matou a tiros sua ex-companheira, a enfermeira Lilian Kelly da Silva, de 38 anos.
Segundo informações, o assassinato aconteceu nas proximidades da santa casa, onde a vítima trabalhava, no centro de Casa Branca. Ela foi atingida por dois tiros nas costas e um na cabeça.
A motivação do crime seria o suspeito não aceitar o término do relacionamento. A vítima já teria, inclusive, feito boletim de ocorrência contra Carlos Alexandre Gomes por ameaças. O assassino está foragido e a polícia segue com as buscas para prendê-lo.


Menino de 9 anos monta ‘banca de livros’ e mostra talento para vendas em São João da Boa Vista.
Emmanuel Falabella tem chamado a atenção da vizinhança em São João da Boa Vista (SP) pelo dom que possui para vender. Aos 4 anos, ele ‘ajudava’ na loja da mãe e agora, aos 9, tem uma banca de livros improvisada.
A ideia surgiu ao perceber a quantidade de livros parados dentro de casa. “Eu vi que no porão tinha muito livro, fui e peguei para vender”, contou o estudante, que vê a tarefa como um passatempo.
Ele arruma tudo na estante de plástico e começa suas vendas. O dinheiro fica para ele e o objetivo é juntar para comprar coisas para si. Presentes de fim de ano, por exemplo.
Mãe de Emmanuel, a autônoma Leidi Gomes contou que o filho começou a revelar seu talento com apenas 4 anos. Nessa época, ele já fazia companhia na loja, conversava com os clientes e ajudava nas vendas.
“Ele era um atrativo da loja, porque mostrava as coisas, chamava as pessoas para conhecer, até para ir conhecer a loja mesmo”, disse.
Leidi contou que a capacidade do filho também ficou evidente quando ela decidiu vender cactos em uma feira de artesanato. “A gente cultivava cactos na época. Levamos um estande, deu o maior trabalho, foram muitos cactos. Fizemos tudo bonitinho, e aí ele queria participar, então deram a ideia dele fazer limonada. Eu voltei para casa sem r$ 1, mas ele voltou com o bolsinho cheio”. Clientes
Quem passa pela rua não resiste e vai olhar as obras. “Para mim é comovente ver nessa nova geração um exemplinho assim despontando, acho uma graça”, disse a jornalista Telma Salles Coruli.
O amor do jovem pelos livros também encanta quem já está acostumado a lidar com a clientela. A banca fica em frente à barbearia de Lucas Vieira Dutra, que reconhece o dom do garoto. “Ele conversa, tenta vender, sugere, é bem interessante”.
Para a gestora cultural Sybele Petrova Bardan, é o jeito do garoto atender que conquista simpatia. “Tem um livro ali que é para advogados, contabilistas. Meu marido é advogado. Ele, o meu marido, chegou e falou assim: ‘que livros você me sugere?’. Aí ele [Emmanuel] sugeriu esse e o meu marido levou o livro”.
Ela também destacou o interesse do menino em buscar conhecimento.
“Ele fica sentado aí na esquina e fica folheando e lendo os livros. Nesse dia, eu achei o máximo porque falei: ‘que livro você está lendo?’. Ele mostrou a capa e era ‘técnicas de vendas’. Eu achei o maior barato, achei incrível. Ele falou: ‘não, a gente precisa entender para poder fazer as vendas'”.Promissor
A gerente de vendas Erika Bertolucci Sorci diz que o menino tem o dom da venda. “Ele é bem desinibido e um vendedor não pode ter vergonha. Ele foi, demonstrou os produtos. Eu nem sabia que ele vendia revista, achei que era só livro”, disse.
Para ela, Emmanuel é promissor. “Então eu acho fantástico, é uma criança diferenciada que tem tudo para ser um grande empresário.”


Moradores encontram macaca filhote morta em São João da Boa Vista, SP.
Moradores de São João da Boa Vista (SP) encontraram uma macaca filhote morta na Avenida Orlando Matielo, no jardim Del Plata II, nesta sexta-feira (21). Ainda não se sabe o motivo da morte do animal.
Ao sair de casa, um morador do bairro percebeu que a macaco estava caída no chão. Vizinhos chamaram os bombeiros, que orientaram a ligar para o centro de zoonoses.
Um funcionário da prefeitura foi ao local. Não foi constatado nenhum sinal de violência no animal. No início da semana, a maca deve ser encaminhada para o instituto Adolpho Lutz para a realização de exames.
De acordo com moradores, cerca de cinco animais moram em uma área verde, uma espécie de bosque no bairro.


Carro bate em eucalipto e mata passageiro em Santa Rita do Passa Quatro, SP.
Uma pessoa morreu e outra ficou levemente ferida em Santa Rita do Passa Quatro (SP) após sem envolverem em um acidente na rodovia Alcides Ribeiro Meirelles, vicinal que liga a cidade a Tambaú, nesta sexta-feira (21).
Segundo a polícia militar, o acidente aconteceu em uma curva e ainda não se sabe os motivos que levaram o motorista a perder o controle da direção. O veículo bateu em um eucalipto, que fica às margens da rodovia, e o passageiro morreu na hora. O motorista foi socorrido e levado para a santa casa de Santa Rita com ferimentos leves. Outro acidente
Em Motuca, três pessoas morreram em um acidente na tarde desta sexta-feira na vicinal Carlos Fernando Malzoni, que liga a cidade a Matão, após um caminhão carregado com tijolos cair em uma ribanceira. Quatro pessoas estavam dentro do veículo. Um adolescente de 11 anos sobreviveu.


Homem é preso em Itobi, SP, suspeito de estuprar jovem de 21 anos.
Um homem de 26 anos foi preso neste sábado (22), em Itobi (SP), suspeito de estuprar uma jovem de 21 anos. O crime aconteceu por volta das 4h, no bairro Princesa do Rio Verde. A jovem contou à polícia que voltava de uma festa e, quando passava nos arredores de um bar, foi rendida por um homem com uma faca. Ela relatou que o agressor a agarrou pelo braço, a levou para um terreno baldio e, depois do estupro, fugiu com seu celular.
A vítima chamou a polícia e teve início a investigação. Foi descoberto que o homem havia deixado uma chave no local do crime e, como o item pertencia a uma pensão conhecida da cidade, uma equipe foi ao local. O suspeito não estava na pensão e foi encontrado na casa de um primo, que contou à polícia sobre a perda da chave. Detido, o homem afirmou que era cortador de cana e estava na cidade ao trabalho. Ele foi levado para o plantão policial e, durante o registro do caso, confessou o crime.