Obituário.

OBITUÁRIO

A funerária Cobrinha informa:

FALECEU: MARIA LEOZINA LAZARO
77 anos, faleceu no dia 31/03/2017.
Viúva do Sr. Laudivino Francisco Lazaro.
Residia a Av. 13 de maio, 333 – Jd. São Jorge.
Deixa os filhos: Antonio, Ederaldo, Edvaldo, Ismael, Ignaldo, Valdirene e Valerio.
Seu sepultamento será no dia 01/04/2017 às 08:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista.


 

PAT oferece novas vagas de emprego em São João.

emprego

Interessados em vagas ofertadas pelo Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de São João da Boa Vista para as funções de motorista carreteiro (1), motorista de ônibus urbano (1) e técnico de refrigeração (1) devem se inscrever na unidade do Poupatempo, localizada à Avenida Brasília, 1885.
O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. Para concorrer, é necessário apresentar a carteira de trabalho, RG, CPF, cartão do PIS e carteira de motorista. O PAT informa que as vagas podem ser preenchidas sem aviso prévio.


 

Últimas Noticias.

ultimas-noticias-novo

Pente-fino vai cortar 45 mil auxílios-doença no país.
Os beneficiários de auxílio-doença que foram convocados para o pente-fino do INSS (instituto nacional do seguro social) e não compareceram à perícia devem ter o benefício cortado.
O agora soube com exclusividade que o INSS publicará, nos próximos dias, um edital de convocação no “diário oficial da união” para os 45 mil segurados que não responderam aos chamados.
Os convocados fazem parte do primeiro grupo da revisão: segurados que recebem auxílio-doença, não fazem perícia há pelo menos dois anos e têm até 49 anos. Esta será a última oportunidade de comprovar que têm direito ao auxílio antes do corte.


Governo autoriza reajuste de até 4,76% no preço dos remédios.
Preços dos remédios poderão subir até 4,76% a partir desta sexta-feira (31). Resolução da câmara de regulação do mercado de medicamentos (CMED), órgão do governo formado por representantes de vários ministérios, fixou em 4,76% o reajuste máximo permitido aos fabricantes na definição dos preços dos medicamentos. A decisão foi publicada no “diário oficial da união”.
A regulação é válida para um universo de mais de 19 mil medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro.
Em 2016, o reajuste máximo autorizado foi de 12,5%. Em 2015, foi de 7,7%. Em 2014, o reajuste foi de 5,68%.
De acordo com a portaria, o reajuste leva em conta o índice de preços ao consumidor amplo (ipca) divulgado pelo instituto brasileiro de geografia e estatística (IBGE) em 10 de março de 2017, acumulando uma taxa de 4,76%, no período compreendido entre março de 2016 e fevereiro de 2017.
Foram autorizados 3 níveis diferentes de alta, conforme o perfil de concorrência dos produtos, seguindo a lógica de que, nas categorias com um maior número de genéricos, a concorrência é maior e, portanto, o aumento também pode ser maior.
Nível 1: classes terapêuticas sem evidências de concentração – 4,76%
nível 2: classes terapêuticas moderadamente concentradas – 3,06%
nível 3: classes terapêuticas fortemente concentradas – 1,36%
Reajuste não deve ser total
para a associação da indústria farmacêutica de pesquisa (interfarma), o índice máximo é destinado aos medicamentos com maior oferta no mercado. Assim, por conta da concorrência e dos descontos em farmácias, o reajuste não deve ser aplicado em sua totalidade.
A interfarma afirma ainda que a média dos reajustes está novamente abaixo da inflação, fato que se repetiu quase todos os anos desde 2005. “O reajuste não é totalmente aplicado, na prática, porque a concorrência de mercado resulta em descontos expressivos nas vendas em farmácias. E existem descontos obrigatórios para o governo, além de abatimentos negociados”, explica o presidente-executivo, Antônio Britto.
A entidade diz que os índices de reajuste são calculados com base no IPCA e também levam em conta fatores de produtividade e de concorrência apontados pela CMED. Segundo a associação, no ano passado, o índice acabou sendo mais alto porque o país passava por um período de alta na inflação. “A indústria farmacêutica também havia sido impactada pelas variações do câmbio e pela alta da energia elétrica – todos fatores previstos no cálculo oficial para o índice de reajuste”, afirma.
“Entre 2005 e 2016, a indústria farmacêutica teve permissão para reajustar em até 77% o preço dos medicamentos. Contudo, o IPCA do período foi de 103% — diferença de 26 pontos percentuais. Os planos de saúde, por exemplo, registraram aumento médio de 177% nesses anos, índice acima da inflação e bem acima do índice concedido ao setor farmacêutico”, explica.
Sindicato contesta
em nota, o sindicato da indústria de produtos farmacêuticos no estado de São Paulo (sindusfarma) informa que o reajuste médio ponderado é de 2,63% e que esses índices autorizados “não repõem a inflação passada (IPCA), no acumulado de 12 meses (março de 2016 a fevereiro de 2017) e muito menos os aumentos incorporados à estrutura de custos do setor”.
“Entre 2008 a 2016, para um reajuste de preços dos medicamentos acumulado de 58,83%, a inflação geral acumulada atingiu 77,20% (INPC-IBGE) e os aumentos de salário concedidos pelo setor somaram 93,41%. Se todas as apresentações de medicamentos forem reajustadas pelos índices máximos autorizados, o aumento médio de preços dos medicamentos deverá ficar abaixo da inflação geral”, informou.
Ainda de acordo com o sindicato, o reajuste atualiza a tabela de preços máximos ao consumidor (PMC) e não gera aumentos automáticos nem imediatos nas farmácias e drogarias, principalmente em relação aos medicamentos que apresentam grande concorrência.
Em regra, há um período de ajuste, que dura de dois a três meses. As primeiras variações de preço acontecem frequentemente em junho ou julho, quando começam as reposições de estoque, já que o varejo costuma antecipar compras antes da entrada em vigor do reajuste, segundo o sindusfarma.
Dicas para o consumidor
veja as dicas da proteste associação de consumidores para os consumidores:
– pesquise em diferentes redes, e não deixe de pechinchar. Há diferenças mesmo dentro da mesma rede, de uma loja para outra.
– consulte seu médico sobre a possibilidade de usar a versão genérica do medicamento. O genérico, em regra, é mais barato. E lembre que também há diferenças nos preços cobrados por diferentes laboratórios.
– peça para seu médico receitar o medicamento pelo nome do princípio ativo e não pelo nome de marca. Assim, será mais fácil verificar a existência de genéricos e optar pelo mais barato.
– consulte o médico sobre a possibilidade de utilizar medicamentos que constam da lista do programa farmácia popular, que oferece remédios gratuitos e com preços até 90% mais baratos. Há uma série de farmácias e drogarias que participam do programa.
– para quem tem doença crônica, também outra forma de economia é a adesão a programas de fidelização de laboratórios. A adesão é feita pelo site das empresas ou por um telefone 0800, identificado nos rótulos dos produtos. Dependendo do medicamento, os descontos chegam até 70%.


Com hospital são paulo em crise, funcionários relatam agressões de pacientes.
A crise no hospital São Paulo suspendeu as internações eletivas (agendadas) nesta quinta-feira (31). A situação precária da unidade, no entanto, tem ainda outros reflexos. Médicos e enfermeiros são frequentemente agredidos por pacientes. Os servidores relataram os episódios ao bom dia são paulo, mas preferiram não se identificar.
“Chamam de todos os palavrões possíveis e imagináveis. Se demora, é porque eu estou dormindo com alguém. Se demora, é porque eu sou funcionária pública e vagabunda. Esse tipo de termo todas as vezes. Todos os dias eu escuto esse tipo de ofensa”, conta uma enfermeira do hospital.
As agressões nem sempre são “apenas” verbais. “Uma vez uma acompanhante de um paciente me deu um soco no rosto. Ela chegou no quarto e não perguntou. Ela nem sabia o que estava acontecendo e me deu um soco no rosto. Não tive tempo de me defender”, acrescenta a funcionária.
Apesar de ser um dos maiores da cidade, o hospital São Paulo enfrenta a falta de materiais básicos de saúde e a superlotação de pacientes. Em 2014, o pronto-socorro da unidade atendia cerca de 700 pessoas por dia.
Hoje, o número de atendimentos chega a 1500. E com a mesma estrutura de três anos atrás.
O atual cenário do hospital é de fato propício para que se perca a paciência. Lá, como mostrou o bom dia são paulo com uma câmera escondida, pacientes se acumulam em macas e cadeiras de rodas nos corredores. E, sem o mínimo de conforto, esperam muitas horas pelo atendimento.
“O paciente às vezes reclama muito pela demora. Ele acaba ficando cansado, com dor. O atendimento, muitas vezes, não é o que ele espera e eles acabam agredindo. Naquele momento, a gente fica com muito medo e receio. Com toda a habilidade que a gente tinha, a gente fica inseguro”, afirma outro enfermeiro.
A situação, porém, não é exclusiva do hospital São Paulo. Uma pesquisa do conselho regional de medicina, que ouviu mais de 5 mil profissionais da saúde de hospitais do estado entre janeiro e fevereiro deste ano, apontou que 60% deles já foram agredidos mais de uma vez. A maior parte das agressões acontece no sistema básico de saúde (sus) e por parte de acompanhantes dos pacientes.


Aposentado passa mal após tomar remédio vencido de policlínica de Santos.
Um aposentado passou mal após tomar um remédio com a data de validade vencida, retirado em uma policlínica de santos, no litoral de São Paulo.
Sami Mikhail Elias, de 79 anos, levou uma mordida de um cachorro na mão esquerda.
Ele foi atendido no pronto socorro municipal, recebeu a receita de um antiótico e retirou o medicamento na policlínica do bom retiro. Pouco depois de ingerir o comprimido, passou a sentir mal.
“Deu vontade de vomitar, comecei a suar, o único jeito foi por para fora”, relata.
Segundo o aposentado, ele logo pediu ajuda para a filha, Janete Elias, que é enfermeira. Foi quando ela olhou o prazo de validade na caixa do medicamento e verificou que ela estava vencida desde janeiro. A receita também não havia sido carimbada, mesmo após o medicamento ter sido retirado da farmácia da unidade.
Após o ocorrido, Janete prestou queixa na delegacia de proteção ao idoso. Os agentes foram até a policlínica e contataram 65 caixas de medicamentos vencidos no estoque, que foram recolhidas para perícia. A responsável pela seção prestou depoimento e disse que assumiu a chefia do departamento no início de março, e que tanto ela como os demais funcionários da farmácia são técnicos ou auxiliares de enfermagem, e que não há um farmacêutico na unidade. A polícia civil abriu um inquérito para apurar o caso.
Por meio de nota, a secretaria de saúde de santos afirma lamentar o ocorrido, e informa que prestou toda a assistência ao paciente. Diz ainda que “os fatos relatados são de extrema gravidade e serão devidamente apurados por meio de sindicância. Outras medidas administrativas serão tomadas para apurar possíveis responsabilidades. A verificação da validade dos itens dispensados nas unidades da atenção básica faz parte da rotina de trabalho das equipes.
Na quarta-feira (29), foi realizada nova vistoria dos estoques de todas as policlínicas e não foi encontrada nenhuma irregularidade”.


Ladrões fecharam ponte com arames durante tentativa de assalto.
Os criminosos que tentaram furtar duas agências bancárias no vilarejo de furnas, em São José da Barra (MG), usaram arames e correntes, presos a pedaços de madeira, para impedir fechar a ponte sobre o Ribeirão Can-Can e impedir a passagem até pedestres e veículos, relataram moradores do local. A ação foi realizada na noite desta quarta-feira (29).
Segundo a polícia militar, três homens armados chegaram de caminhonete e tentaram arrombar um caixa eletrônico de uma agência do Itaú. Ainda de acordo com a PM, após não conseguirem levar nenhuma quantia, os suspeitos foram até a agência bancária do banco do brasil, onde quebraram os vidros e colocaram um suposto explosivo no cofre, que não foi detonado.
A polícia rodoviária estadual foi acionada, mas devido a alguns pregos espalhados na rodovia que furaram os pneus, os policiais não conseguiram chegar ao local. A estrutura colocado sobre a ponte foi retirada só depois e levada para o pátio da polícia militar na cidade.
Os militares informaram que o Bope, batalhão de operações especiais da polícia militar, foi acionado para desarmar o explosivo. O local foi isolado e a perícia foi acionada. Até o momento, ninguém foi localizado.


 

Últimas Notícias!

ultimas-noticias-novo

Tiro de guerra promove matrícula de novos atiradores.

Os 50 atiradores selecionados para o efetivo de 2017 do tiro de guerra (tg) 02/036 de São João da Boa Vista irão participar da solenidade de matrícula programada para hoje sexta-feira, dia 31, às 8h30, na sede do tg, localizada à avenida Rodrigues Alves, s/nº, bairro Rosário.
Segundo o atual chefe do tg, 1º Sargento Cristiano Augusto Oliveira Carvalho, o evento é voltado a familiares, autoridades, ex-militares, polícia militar e corpo de bombeiros.
Fundado em 4 de fevereiro de 1916, o tg completou no mês passado 101 anos de atividades. O diretor da instituição militar é o prefeito Vanderlei Borges de Carvalho.


Muro do cemitério municipal de São João recebe melhorias.

A prefeitura de São João da Boa Vista trabalha na construção de calçada e muro nos fundos do cemitério municipal, na rua Pérola, Vila Gomes.
A parte do muro, em obras, tem 142 metros de extensão por 2,5 metros de altura, e a calçada 2,4 metros de largura. Segundo José Carlos Ignácio, administrador do cemitério, há tempos os moradores da vizinhança reivindicam essas melhorias.
O prazo para a conclusão do serviço, de acordo com Ignácio, é de 120 dias. “com essa obra, os moradores dos arredores do cemitério, bem como os visitantes, terão maior segurança”, afirma.


Coleta seletiva é estendida e passa a atender todos os bairros em Poços.

Moradores já contam com a nova coleta seletiva de lixo em Poços de Caldas (mg). O serviço organizado pela secretaria de serviços públicos e por cooperativas de reciclagem foi estendido e, desde a última segunda-feira (27), passou a valer para todos os bairros da cidade.
Segundo a prefeitura, o município foi dividido em seis setores que serão atendidos por sete caminhões que se alternarão em 44 rotas. Com a ampliação, todos os moradores das zonas zul, leste, oeste e centro poderão contar com o serviço. Para saber como ficou o agrupamento dos bairros, os setores e os dias da semanas em que os caminhões circularão pela cidade basta acessar o site da prefeitura.
A expectativa da prefeitura é que em pouco tempo, por mês, cerca de 600 toneladas de material reciclável sejam recolhidas na cidade. Até então, eram recolhidas 3,5 mil toneladas mensais, mas apenas 100 toneladas eram reaproveitadas pelas cooperativas.
De acordo com o secretário de serviços públicos, Tiago Biagioni, é preciso que a população colabore e separe corretamente o material que poderá ser reaproveitado. Por isso, além dos catadores, o serviço contará com a colaboração dos zeladores de cada região.
“a coleta seletiva é uma parte integrante da questão ‘lixo’ na cidade. Não temos como enfrentar o problema do lixo como um todo, se não enfrentarmos a questão da coleta seletiva, que envolve também a questão social. Por isso, o diálogo é fundamental entre todas as partes para que consigamos atingir todos os objetivos, sejam sociais, ambientais e administrativos”, explicou Biagioni.


Suspeito de arrombar centro de artes e esporte é preso em Poços de Caldas.

Um jovem de 19 anos foi preso na tarde desta terça-feira (28), em Poços de Caldas (mg), suspeito de participar de um furto ao centro unificado de artes e esportes (CEU), na zona leste da cidade. Segundo a polícia civil, o jovem foi preso preventivamente e levado para a delegacia da cidade.
O furto aconteceu no dia 11 de março. A polícia militar informou no dia do crime que os suspeitos levaram computadores, equipamentos de ginástica e caixas de som do CEU.
No fim de semana de 25 e 26 de março, outra instituição de ensino também foi furtada. Segundo funcionários da unidade do plano municipal da juventude, os criminosos entraram no local, no bairro chácara em Poços de Caldas, e levaram carne e dois botijões de gás.
Com essas ocorrências, já são, pelo menos, seis unidades de ensino invadidas este ano na cidade.


Moradores reclamam de som alto e empresa de eventos é autuada em MG

A secretaria de serviços públicos, por meio da divisão de fiscalização de posturas, autuou a empresa que realizou um evento musical no último sábado (25), em Poços de Caldas (mg). A notificação, segundo o órgão, se deu porque os shows realizados no espaço thatersal, na zona Sul, não tinham alvará para acontecer e também por perturbação do sossego público. Segundo muitos moradores na cidade, o som alto só parou por volta das 5 horas de domingo (26) e foi ouvido a cerca de oito quilômetros de distância.
A prefeitura ainda constatou o descumprimento do horário de encerramento do evento, determinado para às 2h de domingo (26), segundo diretriz adotada para todos os eventos a serem realizados no local. Entretanto, o encerramento se deu somente por volta das 5h da manhã. O valor da autuação é de r$ 12.433,32, conforme valor estipulado no anexo único da lei municipal n° 9.166/2016.
“os promotores [de eventos] precisam fazer o requerimento com 30 dias de antecedência na nossa secretaria. Precisa juntar toda a documentação relacionada às questões de bombeiros, de segurança, de cumprimento sobre ISS, juizado de menores. Então nós estamos na secretaria à disposição e nós temos que receber esses requerimentos com 30 dias e, posteriormente, 10 dias antes do evento ter toda a documentação para que a gente possa emitir o alvará de funcionamento desses eventos especiais”, explicou secretário de serviços públicos, Thiago Biagioni.
Em uma página de uma rede social não faltaram comentários de reclamações pelo som alto. Moradores de vizinhos ao evento e até de outros bairros, ainda mais distantes, manifestaram o incômodo com o barulho. Uma moradora do bairro Santa Rosália, que fica a oito quilômetros do espaço, perguntou: “só eu que estou escutando o show?”.
“a reclamação de todo mundo aqui, nunca foram os shows, em si, e sim a má organização, o local para onde eles viraram o palco. Virar para o lado do bairro, pra quê? Quem quer ir ver o show, que vá lá”, disse o pedreiro Adriano Ezídio.
“o show começou mais de meia noite e foi terminar mais de 5h30 da manhã. Eu tenho uma filha de 1 ano e meio, que custou para dormir. Eu não dormi. Eu imagino as outras pessoas que moram, inclusive, mais perto”, alegou o educador físico, Ismael Alexandre, que mora a cerca de 2 km do espaço de eventos.
Além disso, há comentários de moradores dos bairros são bento, Filadélfia e até do centro da cidade. Algumas pessoas que têm casas perto do local dizem que já estão acostumadas com shows por ali, mas que desta vez o problema foi a localização do palco.
“o palco foi virado de frente para o bairro, de frente para as casas, eu não entendi isso. Então foi uma noite em claro”, alegou o educador físico.
Ainda segundo a prefeitura a orientação é que, caso a população se sinta incomodada com som alto, deve acionar a polícia. “nesse horário pode acionar a polícia militar e lavrar um boletim de ocorrência para posteriormente apresentar na secretaria de serviços públicos, onde trabalhamos das 12h às 18h. Pode ligar no (35) 3697-2072 para que a gente possa conferir essa denúncia e averiguar o fato ocorrido. [para] que possa ser aplicado as sanções que constam no nosso código de postura”, completou Biagioni.
Até a publicação desta reportagem, nenhum representante da empresa responsável pelo evento foi encontrado para falar sobre o assunto.


Criança de um ano é picada por escorpião no berçário municipal de Ribeirão Bonito.

Uma criança de um ano foi picada por um escorpião nesta quarta-feira (29) no berçário municipal em Ribeirão Bonito (sp). A criança foi levada ao pronto-socorro da cidade e depois para a unidade de pronto-atendimento central (upa), em Araraquara, e está em observação.
De acordo com o pai da menina, uma funcionária disse que o prédio não foi dedetizado. A prefeitura informou que vai se manifestar sobre o assunto na quinta-feira (30).


Operação da polícia civil de Casa Branca detém 43 pessoas em oito cidades da região.

Uma operação da polícia civil de Casa Branca (sp), que começou na quinta-feira e terminou na terça-feira (28), deteve 43 pessoas em oito cidades da região. Segundo a delegacia seccional, entre os suspeitos estão quatro menores e duas mulheres.
Segundo o delegado Carlos Alberto de Braga Fiuza, que comanda as operações mensais desde junho do ano passado, a polícia cumpriu 14 mandados de busca e apreensão em Casa Branca, Caconde, Tapiratiba, São José do Rio Pardo, Mococa, Tambaú, Santa Cruz das Palmeiras e Itobi.
Ainda de acordo com o delegado, os principais crimes foram flagrante de homicídio e porte ilegal de arma. Entre os presos, estava uma mulher acusada de matar o companheiro.
A operação contou com uma equipe de 40 policiais civis, que também apreenderam pedras de crack, quantidades de maconha e cocaína.
Das 43 prisões, oito tiveram flagrante. Os presos foram encaminhados para as cadeias de Tambaú e Casa Branca.


Ministério da saúde libera r$ 19 milhões para vacinação contra febre amarela em 5 estados.

Através de portaria publicada na quarta-feira (29) no diário oficial da união, o ministério da saúde autorizou o repasse de r$ 19.227.422,73 para a intensificação das ações de vacinação contra a febre amarela. Há 144 mortes confirmadas da doença no país.
Até o dia 17 de março, foram confirmados 448 casos da doença no país. Ao todo, foram notificados 1.561 casos suspeitos, sendo que 850 permanecem em investigação e 263 foram descartados. Das 264 mortes notificadas, 144 foram confirmadas, 110 ainda são investigadas e 10 foram descartadas.
Os recursos autorizados pelo ministério da saúde são destinados na municípios da Bahia (r$ 1. 899.116,47), Espírito Santo (r$ 2.514.598,32), Minas Gerais (r$ 10.741.705,61), Rio de Janeiro (r$ 2.367.261,23) e São Paulo (r$ 1.704.741,10).
Minas Gerais tem o maior número de municípios que serão beneficiados, recebendo mais de 55% do montante destinado pelo ministério da saúde. Na lista divulgada no diário oficial da união aparecem 366 cidades mineiras, 85 paulistas, 41 fluminenses, 18 capixabas e 16 baianas.


Em seis anos de conflito, número de refugiados sírios supera a barreira de 5 milhões.

Agência da ONU para os refugiados (ACNUR) anunciou nesta quinta-feira (30) que a guerra na Síria já deixou mais de 5 milhões de refugiados na Turquia, no Líbano, na Jordânia, no Iraque e no Egito. O violento confronto, que completou seis anos no início de Março, já deixa um saldo de cerca de 400 mil mortos e mais de 6,3 milhões de deslocados internos.
Os dados coletados pela ACNUR e pelo governo da Turquia indicam que, dos 5.008.473 refugiados Sírios, 488.531 estão em acampamentos.
“quando o número de mulheres, homens e crianças em fuga de seis anos de guerra na Síria passa da marca de cinco milhões, a comunidade internacional precisa fazer mais para ajudá-los”, afirma o acnur em um comunicado, segundo a France Presse.
“para enfrentar esse desafio, não só precisamos de medidas adicionais, mas também precisamos acelerar a implementação das promessas existentes”, declarou Filippo Grandi.
A ACNUR estima que quase 1,2 milhão de refugiados precisarão ser assentados em 2017, entre os quais 40% são sírios.
Não há sinais de que o conflito irá terminar no curto prazo, mas especialistas ouvidos pelo g1 disseram que a fase mais sangrenta do confronto pode já ter passado. Com intenso apoio da Rússia, o presidente Bashar Al-assad voltar a dar indícios de que pode se consolidar no poder.
No último um ano e meio, desde que a Rússia começou a bombardear o território sírio em apoio a Assad, o governo sírio pôde retomar territórios importantes e estratégicos, na costa do país. A região engloba Aamasco, a capital, Aleppo, que já foi a segunda maior cidade, e Latakia, onde fica o principal porto do país.
No balanço divulgado pela ACNUR em 2016, o número de sírios que buscaram refúgio em países vizinhos desde o início do conflito era de mais de 4,8 milhões, sendo que cerca de 900 mil buscaram refúgio na Europa.
Com início da primavera e o aumento na temperatura, muitos sírios, entre refugiados de outras nacionalidades, aproveitam para atravessar o mar mediterrâneo em botes e barcos improvisados. Mais de 6 mil imigrantes foram resgatados enquanto tentavam fazer a travessia entre a líbia e a Itália, no último balanço divulgado pela organização internacional para migrações (oim). Cerca de 500 morreram na travessia.
Chegar à Europa nem sempre é garantia de estar em segurança. Para burlar o cada vez mais restrito controle de fronteiras, os imigrantes são obrigados a se esconder e submeter a condições desumanas. Na semana passada, um grupo de 27 refugiados sírios, entre eles nove menores, foi resgatado após ser encontrado em um caminhão em chamas em uma floresta na Bulgária, próxima à fronteira com a Turquia.


Obituário

OBITUÁRIO

Funerária Cobrinha Informa:

Faleceu: OTÁVIO EVARISTO DOS SANTOS “BAIANO”
73 anos, faleceu no dia 29/03/2017.
Casado com a Sra. Edite Silva dos Santos. Residia a R. Elias Gonçalves, 15 Jd. Progresso. Deixa o filho Marcos.
Seu sepultamento será hoje 30/03/2017 às 15:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP


Faleceu: NEWTON JORGE DA COSTA NETTO
74 anos, faleceu no dia 29/03/2017.
Casado com Enoe Scatolin da Costa Netto, residia a R. Nicola Ricci, 168- Jd. Modena – Aguas da Prata SP. Deixa os filhos: Helen, Eneas e Fabio.
Seu sepultamento será hoje 30/03/2017 às 17:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP.


Faleceu: TEREZA ELIZABETH MAZONI AGUIAR
76 anos, faleceu no dia 30/03/2017.
Viuva do Sr. Manoel Aguiar, residia a R. José Gonçalves dos Santos Sobrinho, 28 Jd. Industrial. Deixa os filhos Simone e Denny.
Seu sepultamento será hoje 30/03/2017 às 16:30h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP.


Últimas Noticias.

ultimas-noticias-novo

Bandidos usam explosivos para furtar caixa federal de Andradas.
Desta vez foi a caixa econômica federal o alvo de bandidos na região. Por volta uma hora da manhã desta quarta-feira, uma quadrilha invadiu a agência da caixa econômica federal, localizada na rua Cel Oliveira, no centro de Andradas e furtou todos os caixas eletrônicos.
Eles utilizaram explosivos e efetuaram diversos disparos. O barulho dos tiros e das explosões foi intenso e ouvido de pontos diferentes da cidade. O interior da agência ficou destruído e a área foi isolada por seguranças.
Logo após o ocorrido, os ladrões fugiram. De acordo com informações de populares, pouco antes do assalto foi visto nas proximidades um carro parado em frente a agência por cerca de 10 minutos.
Policiais militares de toda a região e também policiais civis estão em operação, apurando os fatos e realizando a busca dos envolvidos.
A vitrine de uma loja de calçados localizada nas proximidades também foi atingida pelos tiros. Muitas pessoas que residem nas proximidades da agência relataram que ficaram bastante assustadas com o ocorrido. Ninguém ficou ferido.


Dois homens invadem loja na 14 de julho, ameaçam proprietária e roubam celular.
Na manhã desta segunda-feira, um estabelecimento comercial na rua 14 de Julho foi alvo de bandidos. O crime aconteceu por volta das 11 horas, quando dois homens invadiram o comércio conhecido como atacadão da limpeza.
A proprietária do estabelecimento contou à polícia que os dois bandidos entraram na loja ameaçando a mesma e um dos indivíduos, usando de violência, a empurrou e subtraiu o seu celular.
A vítima passou as características dos criminosos e a polícia militar encontrou P.H.V.B., de 22 anos, natural de Rio Claro.
Abordado, confessou o roubo. O ladrão foi conduzido até a presença da vítima, que o reconheceu de imediato. P.H.V.B. recebeu voz de prisão em flagrante por roubo consumado e foi levado para a cadeia pública de São João.


Escola estadual de São Carlos, SP, tem surto de caxumba; 6 pessoas estão com a doença.
A secretaria de saúde de São Carlos informou que há um surto de caxumba na escola estadual professor João Jorge Marmorato. Seis pessoas estão com a doença: quatro crianças, um adolescente e um professor.
A secretaria já fez o bloqueio na escola, vacinando quem não estava imunizado, e aumentou de 2 para 4 anos o limite de idade das crianças que devem tomar a vacina tetra viral, que protege contra caxumba, sarampo, rubéola e varicela. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde.
A tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) também está disponível para uma segunda dose para a população de 20 a 29 anos de idade. Anteriormente, a segunda dose era administrada até os 19 anos de idade. Segundo o ministério da saúde, a mudança, busca a correção da falha vacinal neste grupo e considera a situação epidemiológica da caxumba nos últimos anos, cujos surtos têm afetado principalmente adolescentes e adultos jovens nesta faixa etária.
Para os adultos de 30 a 49 anos permanece a indicação de apenas uma dose de tríplice viral. As vacinas estão disponíveis em todas as unidades de saúde.


Acusados de matar adolescente vão a júri popular em Poços de Caldas, MG.
Dois jovens acusados de matar um adolescente de 16 anos em janeiro de 2016, em Poços de Caldas (MG), vão a júri popular nesta quarta-feira (29). A sessão no fórum da cidade será presidida pelo juiz da 2ª vara criminal, José Henrique Mallmann e está marcada para começar às 8h30.
Raphael Dias Viana, conhecido como “carrapicho”, e Henrique Cesar Galvão, o “fofico”, são apontados como os assassinos de Adonis Sérgio Xavier Junior, morto a tiros na porta de casa no bairro Nova Aparecida no ano passado.
De acordo com as investigações da polícia civil, os dois suspeitos teriam participado do crime, sendo um deles o autor dos disparos que acertaram a vítima.
Além dos réus, serão ouvidas algumas testemunhas. Ao todo, sete jurados participam da sessão de acusação do caso pelo ministério público, que também terá a presença dos advogados de defesa dos acusados.
Na época, a primeira suspeita da polícia era de que o crime teria sido motivado por acerto de contas por tráfico de drogas. Entretanto, logo após ser preso, “carrapicho” chegou a assumir o crime diante da imprensa, alegando que se não matasse o adolescente, ele seria morto. Ele negou que o crime fosse por dívidas de drogas e afirmou que a motivação teria sido a disputa por uma garota.
O adolescente Adonis Sérgio Xavier Junior, de 16 anos, foi morto com dois tiros, na porta de casa, no dia cinco de janeiro de 2016. A vítima estava na porta de casa quando um carro com três ocupantes se aproximou, e um dos passageiros que estava armado efetuou os disparos.
Quase uma semana após o crime, os dois acusados, na época com 20 e 22 anos, foram presos em uma chácara no bairro Morada dos Pássaros, em Poços de Caldas. Os dois presos e o menor assassinado já tinham passagem por tráfico de drogas. O terceiro suspeito não foi encontrado.


Terceiro macaco é encontrado morto em Bauru.
Mais um macaco da espécie sagui foi encontrado morto no Jardim Marambá em Bauru (SP) nesta terça-feira (28). A equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município foi acionada e recolheu o macaco para realização de exames em um laboratório de referência.
Esse é o terceiro caso de morte de macaco registrado na cidade. O primeiro, em janeiro, já estava em estado avançado de decomposição e foi constatada a morte natural, ou seja, não havia relação com a febre amarela. O segundo caso foi na semana passada e o resultado dos exames ainda não ficou pronto. O animal encontrado nesta terça-feira estava na mesma região do caso registrado na semana passada. Os resultados demoram de 15 a 20 dias pra ficarem prontos.
A orientação pra quem encontrar algum macaco morto é acionar o centro de controle de zoonoses pelo telefone (14) 3103-8050. A prefeitura de Bauru segue vacinando a população contra a febre amarela nos postos de saúde, nesse ano já foram aplicadas cerca de 23.700 doses na cidade.
A prefeitura reforça as orientações do ministério da saúde para que a população não tente matar macacos em nenhuma hipótese. Eles não são responsáveis pela transmissão da febre amarela, são vítimas, e também ajudam na elaboração de ações de prevenção. A doença é transmitida por mosquitos. Além disso, matar esses animais é crime ambiental.


Adolescente rouba carro, leva criança junto e bate carro em perseguição.
uma perseguição que começou em Guarulhos terminou em Itaquaquecetuba durante a madrugada desta quarta-feira (28). Um adolescente, de 17 anos, foi apreendido e outros dois suspeitos fugiram. Segundo informações da polícia, o jovem roubou um carro em Guarulhos perto da casa das vítimas, uma corretora de imóveis de 34 anos e o filho dela de 6 anos.
A polícia informou que antes de fugir com o carro, ele fez a mulher descer e só depois percebeu que tinha uma criança no banco de trás. Então, ele largou o menino ainda perto da casa dele e fugiu.
De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na delegacia de Itaquaquecetuba, policiais ficaram sabendo do roubo do carro na rua Ubatuba, no parque Jurema em Guarulhos, por volta da 00h20 desta quarta-feira (29).
De acordo com as informações, no roubo do veículo o ladrão teria levado uma criança de 6 anos. Como sabiam a placa do carro, os policiais foram até o limite dos municípios de Guarulhos e Itaquaquecetuba e encontram o carro.
De acordo com os policiais, o veículo era acompanhado por uma moto. Eles perseguiram o carro por 10 minutos até que o motorista bateu o veículo. Os suspeitos que estavam na moto fugiram. Ao revistar o adolescente que dirigia o carro nada de ilícito foi encontrado com ele.
No veículo estavam os pertences da vítima. Segundo o boletim, o jovem confessou o crime e disse ainda que abandonou a criança perto do local do roubo.
ele foi levado para a delegacia de Itaquaquecetuba. Em uma pesquisa, a polícia descobriu que o adolescente já tinha passagem por roubo. O jovem ficou apreendido. O boletim foi registrado como ato infracional por roubo de veículo, localização, apreensão e entrega de veículo.


Volume fraco de chuvas pode elevar preço da energia a partir de maio.
O agravamento da crise hidrológica do sistema elétrico pode antecipar para o primeiro semestre a configuração da bandeira tarifária vermelha, que inclui um custo extra de r$ 3 por 100 quilowatts-hora (kwh), para bancar o acionamento de termelétricas de custo mais elevado. A maioria dos especialistas do setor já esperava a bandeira vermelha para o segundo semestre, no auge do período seco, mas o volume de chuvas mais fracos, somado à implantação de um mecanismo de aversão a risco mais rigoroso, pode elevar o preço da energia a partir de maio.
Na quinta e sexta-feira, o operador nacional do sistema elétrico (ons) realizará reunião com empresas do setor elétrico para apresentar as condições de operação do sistema em abril. Devido à determinação pela agência nacional de energia elétrica (aneel) de redução da vazão de operação de sobradinho, na bahia – de 800 m3 /s para 700 m3 /s até o fim do ano – e à piora das condições climáticas, o grupo compass energia, especializado em comercialização, prevê um preço de liquidação das diferenças (pld), – que baliza o preço de energia.
Se os novos parâmetros de aversão a risco já estivessem em vigor, o valor seria de r$ 432/mwh, o que poderia acionar a bandeira tarifária vermelha. Pelas regras das bandeiras tarifárias, se a o custo de operação da termelétrica mais cara prevista para ser acionada pelo ons for superior a 422,56/mwh, a bandeira passa a ser vermelha.
“Não enxergamos risco de desabastecimento, mas o PLD vai refletir esse período úmido [de novembro a abril] que foi bem ruim. Daí prevemos bandeira amarela no mínimo e há grande chance de haver [bandeira] vermelha a partir de maio”, afirmou Gustavo Arfux, sócio-diretor do grupo compass.
Fábio Cuberos, gerente de regulação do grupo safira energia, é um pouco mais cauteloso. “Há grandes chances de sair [bandeira vermelha] ainda no primeiro semestre, a partir de maio, uma vez que temos uma situação hidrológica complicada e alteração de parâmetros de CVAR [mecanismo de aversão a risco].”, disse.
Segundo dados do ONS, o nível dos reservatórios do subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que concentra 70% da capacidade de armazenamento de água para geração de energia do país, está em 41,5%. O número é mais de 16 pontos percentuais inferior em relação a mesma data do ano passado, de 57,7%, no fim do penúltimo mês do período úmido.


 

Obituário.

OBITUÁRIO

A Funerária São Sebastião informa:

FALECEU:OLINDA DA SILVA CURI
A extinta era viúva e não deixa filhos.
Residia a R. Alfredo Guedes 04 Jd. Crepúsculo.
Seu sepultamento será no dia 29/03/2017 às 17:00h.
Local: Cemitério Municipal São João da Boa Vista SP